Com rodada dos sonhos, São Paulo “descola” na briga pelo título

35
Bruno Peres
Bruno Peres fez seu primeiro gol pelo São Paulo e garantiu a vitória contra o Ceará

O São Paulo foi o único dos times que ocupam uma vaga no G6 do Campeonato Brasileiro e são considerados candidatos ao título a vencer na 21ª rodada da competição, disputada no último final de semana de agosto. Mesmo tendo enfrentado grandes dificuldades, fez 1 a 0 no retrancado Ceará e alcançou os 45 pontos.

Internacional, Flamengo, Palmeiras, Grêmio e Atlético-MG deixaram pontos pelo caminho facilitando a vida do tricolor, que virou o inimigo a ser derrotado nessa reta final. Restando 17 jornadas para a conclusão do Brasileirão, que vai até o começo de dezembro, se o clube paulista mantiver o aproveitamento que obteve até agora, chegará aos 81 pontos. Seriam 9 a mais que o Corinthians acumulou em 2017 e fechou com nove pontos de vantagem em relação ao Palmeiras, segundo colocado.

Além de gordura, São Paulo tem calendário a seu favor

A vantagem na pontuação não é a única que pesa no lado são-paulino na balança no final da temporada. Eliminado tanto da Copa do Brasil quanto da Copa Sul-Americana, a equipe pode se dedicar exclusivamente à disputa do Brasileirão. Isso significa semanas livres para preparação e recuperação física dos atletas.

Do G6, dois outros times estão na mesma situação. Um deles é o Atlético-MG, que perdeu para o Vitória, até então na zona de rebaixamento, por 1 a 0, no domingo. Com isso, estacionou nos 34 pontos. Nove pontos atrás do São Paulo, dependeria para alcançar o primeiro posto não apenas de uma melhora sensível de seu desempenho como de uma queda dos ponteiros. Assim, praticamente acabou com suas esperanças de alcançar um troféu que não consegue desde 1971.

Colorado surge como rival mais ameaçador

Do pelotão de cima, o Colorado parece ser o rival mais ameaçador. Não apenas por ser o segundo colocado, mas por ter a vantagem de jogar em casa com a maioria dos rivais da parte de cima da tabela de classificação. O que torna esse fato menos importante é a imensa dificuldade que o Internacional vem apresentando contra os times de primeira linha.

Odair Hellman
O Inter do técnico Odair Hellman ainda não conseguiu vencer rivais do G6

No domingo, contra uma equipe mista do Palmeiras, não passou do 0 a 0 no Beira-Rio e segue sem ter alcançado uma vitória sequer diante equipes que estão no G6.

Libertadores pode ‘turbinar’ Flamengo no Brasileirão

As outras três equipes do pelotão de elite do Campeonato Brasileiro ainda se dividem em competições. O Palmeiras é o mais afetado pelo calendário. Está tanto na Copa do Brasil quanto na Libertadores. Na primeira, assegurou vaga nas semifinais. Na segunda, vai enfrentar o Cerro Porteño na próxima quinta-feira com grande vantagem. Marcou 2 a 0 no Paraguai e está muito perto das quartas. Assim, a agenda faz com que suas chances de faturar o Brasileirão sejam reduzidas.

O Grêmio caiu na Copa do Brasil, mas segue priorizando a Libertadores. Por isso, colocou reservas em campo para enfrentar o Atlético-PR no sábado, 25 de agosto. Até saiu na frente, mas levou a virada, perdeu por 2 a 1, e ficou parado nos 37 pontos, complicando sua situação na briga pelo Brasileirão.

Henrique Dourado (à esq), Diego (centro) e Paquetá
No segundo turno, o Flamengo vai encarar o São Paulo no Morumbi

O Flamengo, que está quatro pontos atrás do São Paulo depois do empate, por 2 a 2, com o América-MG, está em situação difícil na Libertadores. Perdeu o jogo de ida das oitavas para o Cruzeiro, por 2 a 0, em casa. Assim, terá que reverter a situação na próxima quarta-feira, em Minas Gerais. Algo bastante improvável. Assim, ainda que dispute a Copa do Brasil, teria mais espaço para manter o foco na Copa do Brasil. No entanto, tem um obstáculo importante nessa batalha. Sua partida contra o São Paulo no segundo turno será disputada no Morumbi.

Outros resultados da rodada: Santos 2 x 0 Bahia, Corinthians 1 x 0 Paraná, Cruzeiro 2 x 1 Fluminense, Botafogo 2 x 0 Sport e Vasco 3 x 1 Chapecoense. O favoritismo do São Paulo como candidato ao título é refletido pelas casas em apostas. Em Betfair, o tricolor aparece com cotação de 1,28 por 1 em caso de conquista. O Internacional, vice-líder, tem prêmio de 1,73.