United leva pancada do Tottenham; Real e Barça seguem 100% e Bayern estreia bem

38
Lucas Moura Tottenham

Como dissemos na sexta-feira, os campeonatos europeus trariam uma overdose de futebol neste fim de semana. E até sobrou um jogaço para a segunda, que terminou com o resultado mais significativo de todos. Antes de falar da pancada que o Tottenham deu no Manchester United no Old Trafford, vale falar que todos os outros campeonatos estão como mandava o figurino.

O Inglês é um pouco mas rebelde, pero no mucho.

Tottenham mostra sua força

O Tottenham começou a Premier League como um dos candidatos ao título, por mais que depois do favoritíssimo Manchester City e do poderoso Liverpool, ele fosse mais um na lista que tinha o Chelsea e o Manchester United.

Pois bem, nesta segunda-feira o Tottenham mostrou sua força justamente contra os Red Devils. Logo na volta do intervalo, Harry Kane aproveitou toda sua altura para abrir 1 a 0. E Lucas Moura, depois de derrapar no PSG, teve sua melhor performance no futebol europeu com dois belos gols no Old Trafford.

3 a 0 fora o baile e mais pressão nas costas de José Mourinho, que já entrou na temporada reclamando e quando o português faz isso e os resultados começam a ser feios, o divórcio chega. Depois da segunda derrota seguida, José foi José, disse na coletiva que sozinho ganhou mais Premier Leagues que todos os outros treinadores da liga juntos e saiu da sala.

Voltando ao Tottenham, a equipe da capital venceu sua terceira partida em três jogos, mesmo quando se esperava que o time começasse lento, já que Harry Kane, Trippier, Dele Alli e Hugo Lloris se apresentaram tarde pelas campanhas longas de suas seleções na Copa.

City dá leve tropeçada; Liverpool líder

Depois de duas vitórias importantes – contra Arsenal e a goleada contra o Huddersfield – o Manchester City não teve um resultado bom. E dá para falar em injustiça tranquilamente: o gol do Wolverhampton teve toque de mão de Boly. Laporte empatou e Kun Aguero bateu duas vezes na trave.

E assim agora a Premier League é dos 100%. O Liverpool riu à toa com a vitória por 1 a 0 contra o Bournemouth, apesar de não ter jogado bem e Jurgen Klopp apontou isso, destacando o futebol abaixo no segundo tempo. Outros 100% são o citado Tottenham, o Chelsea, que também começou acima das expectativas e venceu o Newcastle fora e o Watford, que bateu o Crystal Palace e está dando orgulho, ainda mais com um golaço de cobertura decidindo no triunfo.

Na Espanha não há novidades

Dembele decidiu em jogo onde o gramado e seu péssimo estado foi um ator principal

O Real Madrid foi até a Catalunha mas não para enfrentar o Barça e sim o Girona. O time da capital venceu por 4 a 1, com dois gols de pênalti e Bale balançando as redes mais uma vez. Se esperava que o galês assumisse o protagonismo depois da saída de Cristiano Ronaldo e ele fez exatamente isso, marcando nas duas rodadas iniciais e sendo um ponto focal no ataque. Veremos contra rivais melhores.

Já o Barcelona venceu apenas por 1 a 0 o Valladolid, com o gramado péssimo do estádio Zorrilla sendo o principal assunto pós-jogo. Coitado de Dembele: até quando ele decide, ninguém dá tanto valor. O Atlético de Madrid também venceu pela contagem mínima (contra o Rayo Vallecano), após empatar o jogo inicial. Na Espanha não há muitas novidades.

Na Alemanha, França e Itália, o esperado também

O Bayern venceu em jogo com uso de VAR e gols de Robben, Muller e Lewandowski

O Bayern de Munique estreou na Bundesliga vencendo o Hoffenheim por 3 a 1 (pagava 1,16 para 1 na Betfair). Pelo menos por enquanto o atual hexacampeão não é líder, já que o Borussia Dortmund venceu o RB Leipzig por 4 a 1 depois de sair atrás no marcador.

Na Itália a Juventus é a líder depois de bater a Lazio, mas Cristiano Ronaldo ainda não teve seu gol e isso está começando a dar manchetes. Na França, Cavani, Neymar e Mbappé na vitória por 3 a 1 contra o Angers. O Campeonato Francês é o mais modorrento de todos.