O que é trading esportivo?

34
O que é trading esportivo

O que é trading?

O interesse a respeito de apostas e trading esportivos vem crescendo no Brasil ao longo dos anos, à medida que mais e mais sites do tipo começam a olhar com interesse para o país, adotando métodos de pagamento mais amigáveis ao público brasileiro e fazendo negócios na moeda local. No entanto, apesar do conceito de “apostas esportivas” já estar relativamente claro para todos (afinal, todo mundo já participou de um bolão na Copa do Mundo, ou apostou uma caixa de cerveja que algum time alguém ganharia o campeonato), o trading esportivo costuma ser mais difícil de compreender.

O motivo para isso é que, apesar de o trading envolver apostas, a forma de obter lucros não consiste apenas em ser capaz de prever com sucesso o time vencedor, mas em apostar contra (“laying”) ou a favor (“backing”) de um resultado e negociar estas apostas com outros jogadores, de forma que é possível minimizar as perdas ou até obter lucros antes mesmo do jogo começar, o que reduz em muito o fator “sorte” envolvido nas apostas.

Assim, o trading esportivo possui uma certa semelhança com o mercado de ações (o que é uma analogia bastante comum para explicar “o que é trading” para principiantes). Para ser um trader de sucesso, mais do que ser capaz de prever os resultados, você deve ser capaz de prever e manipular o mercado de apostas, avaliar odds corretamente e possuir boas estratégias de operação. Parece difícil, não é? Mas, uma vez que você compreenda melhor o processo, tudo ficará mais claro.

Como funciona o trading esportivo?

Ao se apostar em um site de apostas esportivas, o que fazemos, em geral, é apostar no resultado que acreditamos que se concretizará (ou seja, “backing”). Ao fazermos isso, o bookie receberá o dinheiro caso isto não aconteça, mas terá a obrigação de pagar as odds da aposta se ganharmos. Portanto, o bookie essencialmente faz uma aposta de “lay” contra o nosso “back”.

Por exemplo, se apostarmos R$100,00 na vitória do time A contra o time B, significa que o bookie deverá pagar R$250,00 caso o time A de fato vença o jogo. Nós teremos vencido o BACK na VITORIA do time A, enquanto o bookie terá perdido o LAY no mesmo resultado. Isso tudo acontece de forma automática em uma casa de apostas convencional, e para garantir que não terá perdas a longo prazo, a casa de apostas reduz um pouco as odds oferecidas. A diferença entre a cotação oferecida e a chance “real” de um resultado é chamada de Juice, e é basicamente uma vantagem para a casa.

Já o trading esportivo funciona basicamente como o mercado financeiro. Para que você possa comprar uma ação, alguém precisa querer vender, e vice-versa.

Assim, uma das grandes diferenças do trading esportivo é que a aposta não será aceita automaticamente, e precisará de uma aposta oposta correspondente para que passe a valer. Este conceito se torna mais simples de entender quando pensamos fora do contexto de um mercado de apostas: Vamos supor que você se encontre com a sua família para ver o clássico Cruzeiro x Atlético MG. Seu tio, cruzeirense fanático, diz que aposta 50 reais que o cruzeiro vence. Se ninguém aceitar apostar, ele não precisará pagar nada caso esteja errado, mas também não receberá nada se acertar. Após considerar as opções, seu pai aceita a aposta (ou seja, dá match). Basicamente, seu tio possui uma aposta de Back na vitória do cruzeiro com odds de 2,00 (pois, caso vença, possuirá os R$50,00 apostados, mais os R$50,00 recebidos). Por outro lado, seu pai terá uma aposta de Lay com os mesmos odds. A função de uma plataforma de trading esportivo é basicamente exibir as apostas de outros jogadores e casar as apostas compatíveis. Por este serviço, o site cobra uma pequena comissão.

Agora que isto está claro, podemos começar a introduzir a existência do mercado de apostas:

mercado de apostas

Após decidir apostar no futebol e optar pela Premier League inglesa, o site nos apresenta todas as apostas disponíveis no momento. Esta tabela deve ser lida da seguinte forma:

  • coluna 1: Mandante
  • coluna 2: Visitante
  • Coluna do meio (x): Empate

O fundo azul representa o “back” em um determinado resultado, enquanto o vermelho representa “Lay”. Assim, qualquer jogo possuirá 6 possibilidades de aposta (“Backing” ou “laying” o mandante, visitante ou empate). O número de cima representa a cotação para aquela aposta, e o valor abaixo mostra quanto foi apostado (e está disponível para match) com aquelas odds.

Abrindo uma aposta

Abrindo uma aposta

Suponhamos que, ao examinar os próximos jogos, Liverpool x Tottenham nos chamou a atenção. Este é um jogo importante, com o Liverpool na corrida pelo título e o Tottenham lutando para manter o seu lugar na Liga dos Campeões, com as odds favorecendo consideravelmente o Liverpool (62% de perspectiva de vitória, contra 16% para vitória do Tottenham e 23% para o empate). Note que, como as odds são determinadas pelos jogadores de forma independente, as perspectivas não somarão necessariamente 100%. Porém, para cada aposta válida, deverá ter uma aposta oposta correspondente. Para abrir uma aposta, basta escolhermos um valor pré-determinado (onde estaremos simplesmente aceitando a aposta de outro jogador) ou determinar nossos próprios odds e o valor a apostar (onde criaremos uma aposta esperando que alguém aceite).

Por enquanto, vamos ficar com as apostas já existentes. Para fazer uma aposta, basta escolher uma com odds que consideremos aceitáveis e selecionar a opção “Apostar”.

Caso mude de ideia, você pode cancelar qualquer aposta que ainda não tenha sido combinada.

Fechando uma aposta

Uma vez que uma aposta tenha sido combinada, você não pode mais encerrá-la, mas no trading esportivos existem maneirar engenhosas de mitigar as perdas caso você mude de ideia sobre o resultado. Você pode, por exemplo, simplesmente fazer uma aposta oposta, de forma que os resultados se anulem. A possibilidade de apostar em mercados opostos cria oportunidades muito interessantes.

Por exemplo, se tivermos motivos para acreditar que a cotação para um determinado resultado ficará ainda mais vantajosos no futuro, criar uma aposta contra ele agora nos colocaria em uma posição de oportunidade. Vamos supor, por exemplo, que por algum motivo nós pensamos que a cotação para a vitória do Liverpool aumentará. Se criarmos uma aposta agora, e estivermos certos sobre a tendência do mercado, podemos nos colocar em uma situação na qual eliminaremos a possibilidade de prejuízo, independente do resultado! Basta “fecharmos” a responsabilidade da aposta inicial com uma aposta oposta. Observe:

apostas

Neste cenário, uma vitória do Liverpool nos traria um lucro de R$60,00 (+R$120,00 por vencer o backing, -R$60,00 em liability por perder o Laying).

Ao fazer este tipo de operação, lembre-se apenas de considerar o valor de comissão, pois ele será deduzido da aposta vencida!

Hedging/Greening

Outra operação interessante é o que chamamos de Hedging, ou Greening, que consiste basicamente em forçar situações onde você terá pequenos lucros independente do resultado. No exemplo anterior, poderíamos, por exemplo, aumentar o valor do Lay (ou reduzir o do Back) de forma que as apostas se compensassem. Veja:

Hedging

Temos uma aposta de R$100,00 em Back no Liverpool, para um lucro de R$120,00

Ao mesmo tempo, temos uma aposta em Lay com o valor de R$110,00 com responsabilidade de R$66,00

Em caso de vitória do Liverpool

Pagaremos R$66,00 em responsabilidade por ter perdido o Lay

Receberemos R$120,00 (já descontado o valor da aposta) por vencer a aposta em Back, para um lucro de R$54,00

Em caso de derrota ou empate do Liverpool

Pagaremos R$100,00 por perder a aposta em Back

Receberemos R$110,00 por vencer no Lay, para um lucro de R$10,00.

Em geral, os traders experientes procuram reduzir a variabilidade dos resultados ajustando os valores de forma que o lucro das duas situações se torne o mais equilibrado possível.

Ao realizar este tipo de operação, lembre-se de levar em consideração o valor de comissão! O uso de um software próprio torna isso muito mais fácil, pois diminui a quantidade de cálculos que você terá que fazer.

Lembre-se também que, para obter resultados satisfatórios, você precisará ser capaz de avaliar corretamente as tendências e agir de acordo.

Sistemas de trading esportivo

Todo mercado é composto de uma infinidade de variáveis, que o afetam de formas diferentes. No caso do futebol, por exemplo: Jogadores podem se lesionar ou ser contratados, times podem avançar em uma competição e decidir deixar outras de lado, clássicos regionais podem dar aos jogadores em bônus de moral…

Para ser um trader de sucesso, é importante que você:

  1. Escolha um esporte cujas variáveis você compreenda de maneira razoável. Exemplo: Futebol ou Tênis;
  2. Foque sua experiência. Exemplo: Brasileirão, ou Premier League;
  3. Tente raciocinar sobre o motivo dessa escolha, e procure confirmar esta hipótese. Por exemplo: Os mercados são estáveis e favoráveis a uma estratégia de Scalping

Técnicas de trading esportivo

Há três técnicas principais para obter lucros com o trading esportivos, e em geral, os lucros são proporcionais aos riscos envolvidos:

Scalping: Consiste, basicamente, em realizar operações com pequenas variações de preços, obtendo lucros pequenos porém consistentes. Útil em mercados estáveis, onde não haverá grandes variações para justificar outros métodos

Swinging: O objetivo aqui é lucrar o máximo possível com variações significativas nos preços dos mercados, o que faz desta estratégia adequada para mercados mais voláteis. É notoriamente mais arriscado que o Scalping, portanto é muito importante possuir uma estratégia de quando entrar, em que circunstâncias sair, etc.

Value bet: Simplesmente identificar as odds “irrecusáveis” no mercado e apostar nelas, para grandes payouts em caso de acerto. Esta estratégia costuma ser arriscada, e não aconselhável como estratégia principal, mas é um complemento interessante para quem deseja investir parte dos lucros obtidos com outros métodos. Traders que fazem Value Bets aceitam que nem sempre ganharão, mas deverão lucrar a longo prazo. Você frequentemente pode “fechar” esta aposta mais tarde, o que reduz o risco de forma significativa.

Software de trading

Como você pode ver, o trading esportivo pode envolver não só uma quantidade considerável de cálculos, como também um monitoramento constante de odds, mercados, etc., podendo ser uma atividade árdua de se realizar sem ajuda. Por isso, foram criadas ferramentas computacionais para não só tornar o processo mais simples, como também potencialmente mais lucrativo ao apresentar os dados de forma mais organizada, gerar gráficos e tabelas, apresentar os mercados em tempo real e calcular os rendimentos de diferentes estratégias. Dois dos principais softwares do gênero no mercado são o Bet Angel e o Geeks Toys

Perguntas frequentes

Com quanto dinheiro começar?

Não é necessário um depósito inicial muito grande. A maioria dos sites oferece um modo de “treino”, onde você pode apostar sem valer o seu dinheiro real até sentir que possui um certo domínio. Você pode iniciar a apostar “pra valer” com qualquer valor, e muitos traders nunca precisam de um segundo depósito, mas quantias entre R$200 e R$500 são bastante comuns. Você pode levar em conta os bônus iniciais da plataforma escolhida para decidir.

Nunca aposte um valor que debilitará sua situação financeira imediata. Aposte responsavelmente.

Participar do Trading é apostar?

Sim, mas a ideia do trading é utilizar a volatilidade do mercado e a possibilidade de casar apostas para reduzir a variabilidade dos resultados e mitigar (ou mesmo eliminar, em alguns casos) as perdas. Você provavelmente não obterá grandes lucros consistentemente, mas, em geral, não deverá ficar no vermelho.

Por que fazer trading em vez de apostas convencionais?

O trading oferece uma flexibilidade que é impossível de se ter em apostas convencionais. A possibilidade de jogar contra um resultado para fechar a aposta, por exemplo, não existe nas apostas convencionais, e é um recurso valiosíssimo para reduzir as perdas. Além disso, as cotações do mercado de apostas não incluem o “Juice”, portanto a tendência é que você consiga odds muito melhores lá. E para finalizar, nada impede que você aproveite as odds superiores oferecidas e eventualmente faça algumas apostas convencionais, caso goste da sensação de tudo ou nada ou veja alguma possibilidade de aposta particularmente atraente.

O que é preciso para participar do trading esportivo?

Só é necessário possuir uma conta em algum site que ofereça o serviço de exchange. No entanto, se você for entrar de maneira séria no trading esportivo, é aconselhável que você adote um software adequado e aprenda a dominar todos os seus recursos. Se você só quiser apostar alguns dias antes de um jogo com a possibilidade de fechar ou mitigar a aposta mais tarde, isto é bem menos importante

Comentários do Facebook