Cinco times estão de olho em duas vagas

69
Roger Flores (R) of Fluminense club fights for the ball with Rubens Cardoso of Atletico-MG during their Brazilian championship match at Marcana stadium in Rio de Janeiro September 28, 2004. The match ended in a 1-1 tie. REUTERS/Bruno Domingos BD

Restam dois lugares abertos nas semifinais do Campeonato Goiano em sua temporada 2018. Cinco times são candidatos a fazerem companhia a Goiás e Vila Novas, garantidos na disputa pelo troféu. Anapolina, Atlético-GO, Iporá, Aparecidense e Grêmio Anápolis são os aspirantes.

Na parte de baixo da tabela de classificação, três times ainda esperam evitar a queda para a Segunda Divisão. Somente o melhor entre Anápolis, Itumbiara e Rio Verde conseguirá sobreviver na elite do futebol local.

Estadual tem regulamento peculiar e três turnos

Turno, returno e… mais um turno. Assim é o regulamento do Campeonato Goiano. Para usar o máximo das datas cedidas pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), a Federação de Goiás espalhou os dez clubes da divisão de elite em duas chaves de cinco.

Em partidas de ida e volta, as equipes de um grupo enfrentaram as do outro. Agora, na terceira etapa, encaram os rivais de sua chave em turno único.

Os campeões de chave avançam às semifinais. As duas outras vagas são reservadas aos dois times que somarem o maior número de pontos. Nesse caso, não importa em qual grupo.

Grupo A
PosiçãoTimePontuaçãoJogosVitóriasSaldo
1Goiás2412710
2Anapolina191354
3Atlético181243
4Iporá161234
5Rio Verde7131-15

A décima terceira rodada vai começar no sábado, 17 de março, com Grêmio Anápolis x Itumbiara, a partir das 16h (horário de Brasília), no estádio Jonas Duarte. Será complementada no domingo, 18 de março, com Iporá x Goiás (15h30, no Ferreirão); Anapolina x Atlético (16h, Jonas Duarte) e Aparecidense x Anápolis (16h, Aníbal Toledo).

Tricampeão tem o primeiro lugar assegurado

Líder do grupo A, o Goiás, vencedor das três mais recentes edições do estadual, não tem mais como ser superado. Com 24 pontos, pode, no máximo, ter a pontuação igualada pelo Atlético, que tem 18 e duas partidas por realizar. Não seria suficiente. O alviverde leva vantagem irreversível no primeiro critério de desempate, o número de vitórias (sete a quatro).

Assim, Anapolina (19), vice-líder da chave A com apenas mais um jogo por realizar, e Iporá (16), com duas partidas ainda para serem disputadas, precisam somar pontos para superar os rivais do Grupo B na briga pelos lugares restantes.

Vila Nova tem chances de garantir 1º lugar sem jogar

No grupo B, o Vila Nova, que somou 24 pontos em 13 partidas, assegurou a passagem para as semifinais. Só não sabe ainda se como campeão do grupo ou como um dos melhores na pontuação geral. O primeiro lugar da chave é ameaçado pelo Aparecidense, que pode chegar a 26.

Grupo B
PosiçãoTimePontuaçãoJogosVitóriasSaldo
1Vila Nova241364
2Aparecidense201259
3Grêmio Anápolis19135– 1
4Anápolis10122-4
5Itumbiara7122-14

Caso o rival perca para o Anápolis, terá o primeiro posto garantido no domingo. Se não, brigará pela posição na décima quinta e última jornada. No pior cenário, avançará como segundo melhor pontuador, uma vez que não tem como ser superado por duas equipes da outra chave.

Rio Verde corre risco de cair sem atuar

Se o Vila Nova tem o privilégio de poder assegurar a vaga sem precisar entrar em campo no final de semana, o Rio Verde pode ter seu rebaixamento confirmado também assistindo aos jogos pela TV. Com sete pontos, o time tem apenas uma chance de se salvar. Precisa vencer o Goiás, no Serra Dourada, na jornada final.

A rodada final
DataHorárioLocaljogo
21/320h30Estádio OlímpicoAtlético x Iporá
21/320h30Serra DouradaGoiás x Rio Verde
21/320h30Jonas DuarteAnápolis x Vila Nova
21/320h30JKItumbiara x Aparecidense

Mas isso só não basta. Ainda tem que torcer para que o Anápolis perca os dois jogos que restam e o Itumbiara não faça mais do que dois pontos nas duas partidas que tem por realizar.

Mesmo com essa improvável combinação de resultados, o rebaixamento pode não ser evitado.  O Rio Verde ainda tem que reverter a ampla desvantagem no saldo de gols que tem na comparação com o Anápolis (11 tentos os separam).  Ou seja, a confirmação da queda é mera questão de tempo.  Uma vitória do Itumbiara faria com que isso acontecesse no sábado. Se houver sobrevida, um empate do Anápolis contra o Aparecidense basta para que a queda seja confirmada no domingo.