Sobrevivência é maior troféu do Brasileirão 2018

26
Palmeiras x Corinthians
Mesmo poupando titulares, o Palmeiras bateu o Corinthians por 1 a 0 no clássico paulista

Buscar jogadores de qualidade, sistemas táticos revolucionários ou mesmo minimamente ousados ou atletas promissores é uma busca inútil no Brasileirão 2018. Pior. Quem seguir perseguindo este caminho estará perdendo aquele que um famoso presidiário poderia tranquilamente qualificar como um campeonato como nunca se viu antes nesse antes nesse país.

A 24ª rodada será complementada nesta segunda-feira, 10 de setembro, com o encontro entre os atléticos de Minas e do Paraná a partir das 20h (horário de Brasília) em Belo Horizonte. Se os alvinegros fizerem valer o mando de campo, os seis primeiros colocados chegarão à reta final – de 13 jornadas – separados por apenas oito pontos. Ou seja: o torneio terá, na prática e na teoria, seis candidatos reais ao título. Independentemente da qualidade técnica é algo espetacular.

Três gols e muito mais

Os puristas poderiam dizer que os três míseros gols assinalados nos clássicos do final de semana sinalizariam que o torneio seria desinteressante. Argumento de torcedor de Copa do Mundo, que acha que a seleção belga é a última maravilha da natureza.

O Gre-Nal teve tudo que se poderia imaginar de um clássico. Rivalidade aguçada até o limite da civilidade. E o Internacional retomando a liderança do Brasileirão com sua vitória, por 1 a 0. Alcançou os 49 pontos.

Diego Souza
Com gol de Diego Souza, o São Paulo passou a noite na liderança, mas foi superado pelo Inter

Igualou, dessa maneira, a marca do São Paulo, que alcançara a pontuação ao derrotar, na véspera, o Bahia, também pelo placar mínimo, no Morumbi. Os colorados só aparecem como primeiros colocados por terem um gol a mais no saldo (18 a 17). O Palmeiras bateu o Corinthians também por 1 a 0 e está colado nos ponteiros. Chegou as 46 pontos e segue em boas condições nas três competições que disputa.

O Flamengo caiu na Libertadores, mas ainda segue vive em duas disputadas. Depois de perder a ponta no Brasileirão, cumpriu sua obrigação ao bater a Chapecoense, por 2 a 0, na noite de sábado, no Brasileirão, chegando aos 44 pontos. E na quarta-feira iniciará a disputa das semifinais da Copa do Brasil com o Corinthians. Na outra semifinal, a briga será entre Palmeiras e Cruzeiro.

O sexto integrante do bloco de frente foi o Grêmio, mais abalado pelo resultado do final de semana. Fato que pode ser percebido pelas destemperadas declarações do técnico Renato Gaúcho, que procurou alfinetar o rival. Porém, com 41 pontos, ainda existe tempo para recuperação do tricolor, que tem como principal alvo a busca pelo bi na Libertadores da América.

Disputa é árdua também no fundo da tabela de classificação

Apenas dois times destoam dessa disputa espetacular oferecida pela edição 2018 do Brasileirão. O Cruzeiro, que cumpre seus compromissos de forma preguiçosa e no sábado ficou no empate sem gols com o Sport, conservando-se no sétimo lugar com 33 pontos, e o Paraná, que levou 2 a 0, e casa, do Santos, e estacionado nos 16 pontos já prepara seu retorno para a Série B. Está na vigésima e última posição e não indica ter recursos para sair da posição.

Deyverson
O atacante Deyverson foi o autor do gol que definiu o clássico paulista

Porém, a briga contra o rebaixamento envolve um grupo de pelo menos oito clubes. Os mais ameaçados, pelo menos no momento, são Botafogo (26 pontos), que perdeu o clássico para o Fluminense por 1 a 0; o Vasco (24), que levou 1 a 0 do Vitória, em Salvador; o Sport (24); o Ceará (24), que empatou com o América-MG, em Belo Horizonte; e a Chapecoense (22).

Os resultados da rodada tiveram efeito imediato no mercado de apostas. Na plataforma de Betfair, onde é possível monitorar o movimento de investimentos, é claro o aumento do volume de recursos em palpites que indicam o Palmeiras como vencedor da disputa. Isso fez o retorno para conquista do alviverde, que em alguns momentos superou a casa de 4,00, cair para 1,73 para cada real apostado.