Internacional é o novo líder do Brasileiro; Corinthians rebaixa Loss

39
Dourado Alvez Internacional

O Internacional é o novo líder do Campeonato Brasileiro. A equipe gaúcha ganhou um duelo vital contra o Flamengo, desfalcado por todos os lados, e conseguiu superar o São Paulo na classificação, apesar de ambos contarem com 46 pontos. O time paulista perdeu para o Atlético-MG.

A quarta-feira foi de bastante movimentação, com o Ceará vencendo o Corinthians com gol de falta de seu goleiro. E o Timão logo depois do jogo anunciou que a experiência Osmar Loss daria um tempo: ele volta a ser auxiliar. Nesta quinta foi anunciado que Jair Ventura é o novo treinador da equipe.

Espera, por que estou entregando tudo agora? Vamos aos tópicos.

Internacional em uma campanha destacável

A queda para a Série B do Internacional não veio seguida de um ano de reestruturação, flores e renovação da relação com a torcida. O desempenho na segunda divisão foi ruim, tanto que a equipe não subiu como campeã, algo normal entre os grandes clubes brasileiros.

Por isso o Inter era visto com desconfiança, ainda mais depois de perder o Gaúcho e sair cedo na Copa do Brasil. Mas Odair Hellman escapou da demissão e conseguiu montar um time longe de brilhante, mas sempre aplicado.

Willian Potker abriu o placar logo de cara contra o Flamengo. Vitinho empatou no segundo tempo, mas o Flamengo não conseguiu nem pensar no que tinha feito antes de Rodrigo Dourado, um dos destaques da equipe, fazer o gol da vitória. O goleiro Marcelo Lomba, ex-Flamengo, também foi vital no triunfo.

Algo a se destacar desse time do Internacional é que eles estão aproveitando as oportunidades. O Flamengo chegou no sul desfalcado de Lucas Paquetá, que está na seleção, Réver, emprestado pelo próprio Inter, e Diego, suspenso. E o Inter fez os rivais pagarem.

O São Paulo, que já não estava jogando tão bem, perdeu Everton lesionado e teve uma série de suspensões nos últimos jogos (Nenê e Diego Souza). O Internacional seguiu ganhando pontos e tirou a liderança dos paulistas.

E neste fim de semana teremos o Gre-Nal, ou, no caso, Nal-Gre, já que o jogo será no Beira-Rio. O Grêmio joga nesta quinta contra o Santos e não terá Everton, seu melhor jogador no ano e que está na seleção. Além disso, o tricolor ainda está na Libertadores. Cabe ao Inter toda a responsabilidade. Vamos ver se eles continuam sendo matadores.

São Paulo perde duas vezes: para o Galo e a liderança

Diego Souza São Paulo
A expulsão de Diego Souza contra o Flu impactou na derrota para o Galo

O São Paulo é um time com suas limitações e que joga melhor contra times grandes, que gostam da bola, que contra os pequenos que se fecham. Isso ficou claro quando o tricolor bateu Flamengo e Cruzeiro fora e sofreu contra Paraná (empate) e Ceará (vitória magra). Contra o Atlético-MG essa era uma das razões para a empolgação dos torcedores: o Galo teria a bola.

Mas sem Everton, jogador que foi uma das razões para o time arrancar e agora está lesionado, até o contra-ataque, arma principal do time, fica muito prejudicado. Some a isso Diego Souza, fora por suspensão, a derrota para o Galo em Minas não é fora do normal.

Mas o que dói é que o São Paulo jogou bem e foi prejudicado pela arbitragem, que não marcou um pênalti claro. Um gol contra de Regis decidiu a partida.

O São Paulo agora é o segundo, empatado em pontos com o Inter, mas atrás no saldo de gols. Porém, não é hora de choro. O time pode perfeitamente recuperar a liderança contra o Bahia neste fim de semana, já que o Inter enfrenta um rival muito mais complicado, como vimos acima. Veremos se o tricolor consegue voltar a vencer.

Corinthians rebaixa Loss

O Corinthians fez mais um jogo ruim e perdeu para o Ceará, em Fortaleza, com golaço de falta do goleiro Everson na conta. Logo depois do jogo foi anunciado que Osmar Loss seria auxiliar novamente. Nesta quinta-feira Jair Ventura foi anunciado.

E esse anuncio não empolgou absolutamente ninguém. Jair não fez um bom trabalho no Santos e não terá peças no Corinthians para fazer esse time mudar e ir bem no Brasileiro ou conquistar a Copa do Brasil, maior desejo do clube. Se ele conseguir a Copa e os R$ 50 milhões de premiação para um clube combalido financeiramente, pode mudar o nome do estádio para Arena Jair DEUStura.