Os 5 melhores treinadores brasileiros em atividade nos clubes nacionais

32
Renato Gaúcho é hoje o melhor treinador em atividade no Brasil

O título da lista pode parecer longo, mas vai fazer todo sentido. Tite está sofrendo o seu maior tiroteio, por causa da participação decepcionante na Copa do Mundo, a escolha por Neymar para ser capitão e a convocação de jogadores importantes de clubes brasileiros para dois amistosos basicamente inúteis.

E nessas horas é sempre bom começar a olhar as opções. Seja para achar alguém viável que possa substituir o comandante atual da Seleção Brasileira ou então chorar em posição fetal pela falta de alternativas e só seguir em frente com o que já está na posição.

Para esta lista resolvi escolher treinadores brasileiros – então nada de Diego Aguirre – e que estão em atividade no futebol nacional, sentando no banco de nossos clubes. Portanto Muricy Ramalho, Fabio Carille e Abel Braga também não estão nesta lista.

5. Odair Hellman

Odair Hellman faz bom trabalho pelo Internacional e é o líder do Campeonato Brasileiro

Pois é, a roda gira. Odair Hellman começou o ano sendo eliminado pelo Grêmio no Gauchão e caindo logo de cara na Copa do Brasil para o Vitória. Ele ter ficado no cargo foi um milagre, mas hoje, 11 de setembro, seu time é o líder do Campeonato Brasileiro e jogando bom futebol mesmo sem grandes jogadores.

Hellman soube solidificar seu sistema defensivo, tirar o melhor de jogadores que estavam desacreditados, como Nico Lopez e extrair tudo que Rodrigo Dourado, Edenilson e Willian Potker têm a oferecer.

Hellman não é brilhante, ou pelo menos nada indica isso. Mas ele tem que ser citado nesta lista, obrigatoriamente. O que mostra também como nossos treinadores não estão com muita moral.

4. Mano Menezes

Mano Menezes está seguro no Cruzeiro, mas precisa vencer em 2018 para continuar com moral

Mano já teve sua chance na seleção, durando pouco mais de dois anos no cargo antes de ser demitido e substituído por Felipão. O resto todo o mundo sabe, especialmente os alemães.

Mano teve algumas passagens sem brilho por Flamengo e Corinthians antes de se achar no Cruzeiro. Desde 2016 na equipe – ele treinou o time em 2015 antes de ir para a China –  o treinador só foi ganhar moral de verdade após o título na Copa do Brasil em 2017, competição que venceu pela terceira vez.

O fato de ter conseguido fazer jogadores como Dedé e De Arrascaeta jogarem seu melhor futebol tem que ser valorizado. Este ano de 2018 é o de maior pressão por título e seu time está vivo na Copa do Brasil e Libertadores. Se ganhar a segunda, sobe bastante nesta lista.

3. Cuca

Cuca venceu bastante nos últimos cinco anos. E agora faz bom trabalho no Santos

Cuca à frente de Mano Menezes pode causar alguma celeuma para este redator, mas pelo menos ouve os argumentos: o atual treinador do Santos ganhou mais. Mano está em uma posição mais sólida e até eliminou Cuca recentemente, mas este pegou o Santos na lama e conseguiu vencer o Cruzeiro no Mineirão. E até poderia ter eliminado a equipe celeste não fosse um erro claro de arbitragem no fim da partida.

Dono de uma Libertadores e um Campeonato Brasileiro por Atlético-MG e Palmeiras em 2013 e 2016, respectivamente, Cuca sabe como trabalhar com os jogadores mais talentosos. Com ele Ronaldinho Gaúcho jogou seu melhor futebol no Brasil. Dudu e Moisés brilharam no alviverde e agora Gabriel é o artilheiro do Brasileirão depois de ter jogado de forma horrorosa com Jair Ventura. O Santos melhorou da água para o vinho com seu novo treinador, que é o mais vitorioso do Brasil nesta década, tirando Tite.

2. Felipão

Felipão voltou ao Palmeiras e os resultados apareceram logo de cara

É aqui que as coisas começam a ficar difíceis. Depois do 7 a 1, Felipão foi execrado por todos os lados. Não ajudou o fato que ele pegou o Grêmio logo depois e saiu do time sem ter sucesso algum. Seu período na China ajudou a tirar ele do holofote e sua volta ao Palmeiras até agora foi irretocável.

Roger Machado e seu ar de novo renderam algumas partidas péssimas e um título perdido em casa para o Corinthians. Com Felipão o time está muito vivo no Brasileirão, Copa do Brasil e Libertadores, sendo o favorito para a conquista na Betfair (4 para 1). A equipe joga melhor, mesmo que não tenha estabilidade emocional alguma. E Felipão pula nesta lista, o que pode ser encarado com relação ao futebol brasileiro como “para onde nós vamos desse jeito?”.

1. Renato Gaúcho

Renato Gaúcho é hoje o melhor treinador do futebol brasileiro

Caso Tite decida sair da seleção amanhã, Renato Gaúcho é o principal candidato ao cargo. Não dá para dizer que ele é um treinador sensacional. Não mesmo. Mas com ele o Grêmio venceu a Copa do Brasil, a Copa Libertadores e a Recopa Sul-Americana se impondo em campo. E não estamos falando de porrada, como de costume, mas com toque de bola e talento, o que inclusive alavancou Arthur para Barcelona.

Renato fala muito, mas seu time sabe jogar e até refugos e vaiados em outros times, como Leo Moura, Cortez, Cícero e Maicon, foram importantes nas conquistas acima, seja com campanhas regulares ou gols decisivos (Cícero fez o gol da vitória no jogo de ida da final da Libertadores). O time segue vivo na Libertadores, pagando 5 para 1 a conquista na Betfair.

Renato Gaúcho é o melhor treinador em atividade no Brasil, isso é inegável. Agora, se ele conseguiria pegar a Seleção Brasileira e fazer ela chegar longe em uma Copa é outra discussão, cuja resposta deve pender muito para o não.