‘Ressaca’ gremista vira arma para Galo buscar vaga na Libertadores

96
Luan Atlético Mineiro
O Atlético-MG pode contar com a vontade de Luan, mas precisa de mais para ir bem no Brasileiro

Palco de alguns dos piores momentos do Atlético-MG na temporada 2017 do Campeonato Brasileiro, o estádio Independência, em Belo Horizonte, será o cenário deste domingo, 3 de dezembro, da tentativa de redenção do clube em busca do único objetivo que lhe resta: alcançar uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores da América. Contudo, seu maior aliado para a partida, que tem início agendado para 17h (horário de Brasília) e faz parte da trigésima oitava e última rodada do torneio, será a ‘ressaca’ gremista depois da final do torneio sul-americano acontecida na última quarta-feira.

Mudança de técnico melhorou rendimento caseiro

O Atlético-MG ficou sempre entre os mais ineficientes mandantes da edição atual do Brasileirão. Com a entrada de Oswaldo Oliveira no comando técnico, a situação melhorou. Acumulou sete dos últimos nove pontos disputados. Porém, não fez uma diferença das maiores no quadro geral. O alvinegro é o terceiro pior dono da casa na competição. Ao menos serviu para aumentar as esperanças da torcida em uma reação que permita fazer com que o time dispute novamente o mais importante torneio de clubes do continente.

Com 51 pontos (13 vitórias, 12 empates e 12 derrotas), o Galo ocupa o décimo primeiro posto. No melhor dos cenários, tem condições de ficar em sexto lugar. Para isso dependerá, naturalmente, de conseguir uma vitória diante dos gaúchos e também de torcer contra os rivais que estão em posição melhor que a sua na tabela.

Alvinegro defende invencibilidade de cinco partidas

Invicto há cinco jogos (duas vitórias e três empates), o time mineiro não teve uma semana de preparação das mais tranquilas. Ainda que Oswaldo Oliveira tenha contado com quase todos os seus principais jogadores, o processo eleitoral no clube tem promovido uma série de boatos e, em caso de vitória da oposição, sua permanência é considerada difícil, apesar de ter contrato até 2018.

Os problemas financeiros também foram assunto. Os atletas estão com um mês de salários e dois meses de direitos de imagem atrasados. O clube admitiu parte do débito, mas ainda não indicou quando poderá quitá-lo. Isso foi suficiente para que especulações começassem a surgir. A redução do padrão salarial passaria por perdas de atletas experientes como o atacante Robinho e o meia Elias.

Lateral-direito é única baixa para a partida

Para encarar o Grêmio, a única ausência entre os titulares será do lateral-direito Marcos Rocha, suspenso pelo acúmulo de cartões amarelos. Carlos César ocupará a posição.

Se o Atlético-MG ainda tem alguma pretensão, para o Grêmio 2017 já acabou. A temporada do tricolor gaúcho foi fechada na quarta-feira após a final da edição 2017 da Libertadores contra o Lanús, na Argentina. Embora ainda exista a possibilidade matemática de que o time alcance o vice-campeonato, o objetivo não é capaz de conquistar corações de mentes de torcedores, jogadores, comissão técnica ou dirigentes do clube.

Com 62 pontos (18 vitórias, oito empates e 11 derrotas), o tricolor gaúcho ocupa a terceira posição. Tem apenas um ponto a menos que o Palmeiras, que completa sua participação no torneio contra o Atlético-PR, em Curitiba. Não se trata de uma virada impossível, mas mesmo assim um time reserva deverá ser escalado para a partida. Sequer há certeza de que o técnico Renato Gaúcho vai dar o ar da graça no estádio Independência para comandar o time.

Escalação para o jogo é tratada como mistério

Foi assim ao longo de toda a temporada. Sempre que teve frente a um compromisso da Copa do Brasil, onde chegou até a fase de semifinais, ou da Libertadores, ainda que tivesse boa vantagem, Renato Gaúcho sempre deixou o Brasileirão em segundo plano colocando equipes mistas ou inteiramente reservas. Isso certamente reduziu as possibilidades do time chegar ao título nacional.

Como não pode atuar na decisão da Libertadores por estar suspenso, o zagueiro Kanemann talvez seja o único dos considerados titulares que atue em Belo Horizonte. Contudo, nem sua presença é certa. Tudo vai depender dos planos de Renato Gaúcho, que não gosta de anunciar suas decisões com antecedência.

Contra reservas do Grêmio, Galo tem chance de salvar o ano

De todas as vezes que foi acionado, o time B do Grêmio conseguiu deixar o campo apenas uma vez com três pontos a mais na tabela de classificação do Brasileiro. Isso dá uma demonstração clara do ‘degrau’ que existe entre os titulares e os reservas gaúchos.

Por isso, mesmo que a melhora do futebol atleticano nas últimas rodadas não tenha sido suficiente para encantar, é o bastante para que o time seja indicado como favorito para a vitória no duelo deste domingo.

Comentários do Facebook