Santos não vai seguir nesse ritmo; mas quem vai pegar?

santos comemora carlos sanchez

No domingo, logo pela manhã, o Santos vencia por 2 a 0 antes dos 15 minutos do primeiro tempo, por 3 a 0 no intervalo e por 6 a 0 perto do fim do jogo, quando o Goiás diminuiu. Ou seja, a liderança não ia ser perdida. Corinthians e Flamengo ainda deram uma forcinha, empatando e perdendo respectivamente.

Agora o time da Baixada tem 32 pontos no Campeonato Brasileiro, contra 28 do Palmeiras e 24 do Flamengo, que já foi alcançado pelo Atlético-MG e pode ser também pelo São Paulo, que teve seu jogo nesta rodada adiado.

Não quero parecer pessimista, até porque acho este Santos a história do ano, especialmente pelo trabalho de Jorge Sampaoli. Mas é claro que este nível não será mantido e o exemplo para isso é o Corinthians de 2017. O primeiro turno também foi irretocável do Timão, com os mesmos 82% de aproveitamento.

O Santos tem seis jogos até o fim do turno para até pensar em superar aquele Corinthians, precisando fazer pelo menos 15 dos 18 pontos restantes. Mas também tem que pensar que o time de Itaquera fez 25 pontos no returno inteiro em uma queda que chegou a meter medo com a possibilidade de perder o campeonato.

Naquele ano o Palmeiras foi o autor do sustinho na encostada. Esse ano veremos o mesmo?

Por enquanto o Santos não tem tanto que se preocupar.

Palmeiras mal; Flamengo péssimo

A torcida organizada do Palmeiras mandou mal demais no que fez semana passada, é óbvio. Mas é claro que algo está muito errado com o alviverde e está ai para todo mundo ver.

A equipe não para de contratar e tem jogadores para formar dois times bons. Então não é possível que a única jogada seja bola rápida no pivô para Deyverson ser o “cérebro” de costas para o gol. Ver o time do Palmeiras jogar é um suplício e isso foi sentido novamente no clássico com o Corinthians, que com certeza deu uma dor no coração de Rivellino e Ademir da Guia.

A questão com Felipão é que ele é um grande gerente de egos, mas para pensar o jogo já tivemos tudo o que precisávamos ver. Não vai rolar mudança. Mesmo na sequência de trocentas vitórias no Brasileirão, nenhuma pessoa que gosta de futebol sentou no sofá e separou um tempo para ver o encantador time do Palmeiras. E isso é uma das graças do esporte e a ideia vital como nós Brasileiros dominamos o futebol.

Jorge Sampaoli entende isso melhor que Luiz Felipe Scolari, dono do último título brasileiro de Copa do Mundo. Vai entender isso.

O Palmeiras ainda deve ser o favorito para a Betfair para a conquista da competição. Na semana passada pagava pouco mais de 2,5 para 1, com o Santos na casa dos 3. Mas a diferença nas odds deve ter diminuído.

bahia gilberto flamengo
Bahia deixou série de derrotas para trás com sapatada no Flamengo

Já o Flamengo nem é para dizer nada. O mesmo do elenco se aplica, então apesar de todas as lesões e o pensamento na Libertadores, não dá para tomar um 3 a 0 do Bahia do jeito que foi. A questão do Rubro-Negro é mais embaixo que o Flamengo: o oba-oba sempre parece tomar conta e alguns jogadores são tremendamente superestimados.

Hoje surge a notícia que Mario Balotelli é considerado como reforço. Quer coisa mais Flamengo do que isso?

Talvez o São Paulo e o Galo?

Os torcedores do São Paulo estão empolgados com a chegada de Daniel Alves e depois de Juanfran. E claro que há razão para isso. Mas é preciso solucionar algumas interrogações, com o status de Pato como referência, Hernanes e sua inconstância, os garotos e sua irregularidade… mas é uma possibilidade, claro.

Mesma coisa do Galo, que fez 2 a 0 no Cruzeiro e jogou seu rival na crise. Fora da Libertadores, na zona de rebaixamento… é difícil imaginar que a Copa do Brasil salve Mano Menezes de novo. O Galo não parece ter a mesma força de Santos e Palmeiras, mas pode ser o Inter deste ano.

Comentários do Facebook