O último dinossauro luta contra a extinção

29
Luis Felipe Scolari
No comando do Palmeiras, Scolari busca a redenção depois do vexame na Copa de 2014

Dono da melhor campanha na fase de grupos da Copa Libertadores da América e, por isso, com direito garantido de receber em sua casa os jogos decisivos de todas as próximas etapas da competição internacional, o Palmeiras encara o Cerro Porteño nesta quinta-feira, 9 de agosto, em Assunção, pela partida de ida das oitavas de final. O início do duelo está marcado para 21h45 (horário de Brasília).

Para o alviverde, o torneio continental é a grande meta a ser conquistada na temporada 2018. É o trampolim para buscar o sonhado título mundial, que muitos cartolas tentaram conquistar com manobras de bastidores tentando elevar uma competição de 1951 para esse status, mas sem convencer. Para tentar a conquista da América, o clube paulista recorreu justamente àquele que o conduziu ao título continental em 1999 e a final do Mundial Interclubes, quando acabou sendo derrotado pelo Manchester United.

Cartolas apostam no passado para ter futuro melhor

Luiz Felipe Scolari foi contratado dez dias antes do duelo na capital paraguaia. Teve pouco tempo para treinar. Porém, no caso do veterano treinador, isso não tem muita importância. No auge de sua carreira, Felipão nunca foi considerado um estrategista ou mesmo um treinador capaz de visualizar as falhas dos rivais e aproveitá-las. Na maioria das vezes que conseguiu sucesso, o fez na base da motivação apoiada por táticas sem qualquer requinte.

Não se deve esperar outra coisa do treinador. Foi assim que conseguiu sucesso e é dessa maneira que busca por sua redenção. Depois da goleada sofrida diante da Alemanha, por 7 a 1, na Copa do Mundo de 2014, o técnico virou sinônimo de tudo que de mais atrasado ocorre no país. Agora, tenta provar que os dinossauros podem evitar a extinção, ao menos no universo do futebol.

Palmeiras entra em campo com rótulo de favorito

Bruno Henrique Palmeiras
O Palmeiras teve excelente desempenho na Libertadores até o momento. Isso continuará no mata-mata?

Menos por Felipão e mais pela quase impecável da campanha na primeira fase, onde o time acumulou 16 dos 18 pontos possíveis sob o comando de Roger Machado, o Palmeiras é considerado o favorito para o confronto desta quinta-feira nos sites de jogos online.

Na plataforma de apostas esportivas de Betfair, por exemplo, um sucesso do alviverde no Paraguai permite a multiplicação do valor investido por 2,52. O prêmio para a vitória dos donos da casa é 3,25. O empate triplica o montante arriscado de acordo com as cotações que estavam disponíveis às 7h26 desta quinta-feira.

Cruzeiro coloca um pé nas quartas de final

Na noite de quarta-feira, 8 de agosto, o Cruzeiro foi o time nacional que conseguiu o melhor resultado até agora nas oitavas da Copa Libertadores da América. Derrotou o Flamengo, por 2 a 0, no Maracanã. Agora, no jogo de volta, marcado para o final do mês, poderá até mesmo perder por um gol de diferença em Belo Horizonte que conseguirá alcançar a classificação.

Flamengo x Cruzeiro
O Flamengo foi completamente dominado pelo Cruzeiro em casa e agora vai precisar reverter o 2 a 0 no Mineirão

O Corinthians também jogou fora de casa, mas não teve o mesmo sucesso. Foi batido pelo Colo Colo, no Chile, por 1 a 0, e agora precisará reverter a desvantagem em seu estádio. No outro jogo da quarta-feira, em Buenos Aires, o Boca Juniors marcou 2 a 0 no Libertad, do Paraguai.

Quinta também tem clássico argentino

Duas outras partidas das oitavas de final da Copa Libertadores da América estão marcadas para esta quinta-feira. A partir das 19h30, será a vez do clássico argentino Racing x River Plate. Em Betfair, o Racing aparece com cotação de 2,7. O prêmio para sucesso do River é de 2,96. Empate paga 3,10.

Também na Argentina, o Atlético Tucumán recebe o Atlético Nacional, da Colômbia, às 21h45. A cotação para vitória dos argentinos é de 2,74. Caso os colombianos levem a melhor, o prêmio será de 2,94 por 1. Empate rende 2,98.