Quando o Brasileirão começa?

O calendário de 2018 sofreu modificações para a realização da Copa do Mundo da Rússia, entre os dias 14 de junho e 15 de julho. Isso afeta o calendário, mas não muda muito a situação. Em vez de começar na segunda ou terceira semana de maio, como é o costume, o Brasileirão vai começar no final da primeira quinzena de abril. Isso não significará, contudo, que haverá mais espaço entre as partidas. Afinal, o torneio será paralisado por um mês durante a realização do Mundial.

A primeira rodada do Brasileirão 2018
Data Horário Local Jogo
14/abril 16h Mineirão Cruzeiro x Grêmio
14/abril 19h Barradão Vitória x Flamengo
14/abril 21h Pacaembu Santos x Ceará
15/abril 11h Independência América-MG x Sport
15/abril 16h Beira-Rio Internacional x Bahia
15/abril 16h Arena Corinthians Corinthians x Fluminense
15/abril 16h São Januário Vasco x Atlético-MG
15/abril 19h Arena da Baixada Atlético-PR x Chapecoense
16/abril 20h Morumbi São Paulo x Paraná
16/abril 20h Engenhão Botafogo x Palmeiras

O que o calendário acabou criando foi uma espécie de intertemporada entre as primeiras rodadas e a etapa pós-Copa do Mundo. Isso não significará, no entanto, que os times estarão prontos nesse segundo estágio. Afinal, será o momento que se abrirá a janela internacional de transferências, o que acaba provocando mudanças profundas em muitas equipes.

Todos esses fatores, somados, e mais alguns outros que poderiam ser listados: a falta de motivação dos atletas após as conquistas, as mudanças constantes de comando e as crises políticas e econômicas frequentes nos clubes, acabam aumentando o índice de instabilidade do torneio.

Quais as cotações para a Série A do Brasileirão?

Mesmo nesse mar de incertezas, ainda é possível indicar um favorito à conquista. Trata-se do Palmeiras (cotação de 4,00 por 1 em Betfair). Dono de uma situação estável economicamente, o clube tem mantido um padrão alto de investimentos e possui um elenco grande o suficiente para que consiga se dividir entre torneios – está na Libertadores e Copa do Brasil – sem perder tanto quando os principais rivais.

Se raciocínio similar for adotado para procurar por candidatos ao título, apenas o Cruzeiro (8,00) consegue se aproximar em quantidade, qualidade e, principalmente, estabilidade. A Raposa manteve o técnico Mano Menezes no comando e tem uma base formada capaz de indicar a chance de desempenho sólido na competição.

O Grêmio (9,00) completa o trio de maiores candidatos. Assim como o Cruzeiro, tem um trabalho de longo prazo feito por Renato Gaúcho e um time maduro. Porém, resta saber qual será a política do clube para a temporada atual. No ano passado, o tricolor deixou seu foco nas competições no estilo mata-mata e, assim, comprometeu seu desempenho no Brasileirão. Para 2018, espera-se uma atitude diferente, pois há expectativa de que o elenco seja reforçado.

Em quem apostar na Série A do Brasileirão?

O Corinthians (9,00), atual campeão brasileiro, perdeu muita força em relação à temporada anterior. Alguns de seus principais jogadores foram negociados e a limitação de recursos financeiros impediu a reposição no mesmo nível. Assim, dificilmente chegará ao bi.

Assim como tem acontecido nos últimos anos, a briga contra o rebaixamento promete ser muito mais acirrada do que a batalha pelo título. Neste bloco podem ser colocados Botafogo, Chapecoense, Fluminense, Internacional, Paraná, Vasco, São Paulo, Bahia, Ceará, Sport e Vitória, seja pelo início de ano ruim em alguns casos ou falta de recursos para montar times melhores em outros. Eventualmente, os dois problemas caminham juntos.

Onde posso assistir a Série A do Brasileirão?

A temporada 2018 será a última em que a Rede Globo de Televisão terá os direitos de transmissão exclusivos do Brasileirão. Somente ela transmitirá as partidas do torneio através de sua plataforma em TV aberta, na TV por assinatura (SporTV) e no sistema de pague para ver (Premier).  Isso significa que os horários e datas das partidas seguirão atendendo aos interesses da emissora.

A fórmula de disputa, no entanto, não sofre qualquer mudança. Pela décima sexta vez seguida a briga será feita em pontos corridos. Quem acumular maior número de pontos ao final das 38 rodadas leva a taça. Os quatro primeiros colocados garantem vaga direta na Copa Libertadores da América de 2019. Quinto e sexto também terão a chance de chegar lá, mas precisarão disputar a fase eliminatória. As equipes que terminarem entre o sétimo e o décimo segundo lugares garantirão lugar na Copa Sul-Americana.

Comentários do Facebook