Enrolados no meio, São Paulo e Santos precisam de faísca no BR

58
Diego Souza Nenê

São Paulo e Santos farão no Morumbi o terceiro clássico estadual da 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. E com sete e seis pontos, respectivamente, os dois precisam de uma faísca no Campeonato Brasileiro, para mostrar que podem chegar longe. Se não para a conquista do título, pelo menos para brigar por uma vaga direta na Libertadores.

O São Paulo, especialmente, precisa dessa vitória, já que está fora da Copa do Brasil e diferentemente do Santos, não joga na Libertadores.

É hora de vencer

O São Paulo ainda não perdeu no Campeonato Brasileiro, sendo o único time invicto. Mas está na 12ª posição porque também quase não ganhou, tendo apenas uma vitória e quatro empates. O último deles, contra o Bahia, veio em um tiro de longa distância de Shaylon no final da partida.

O treinador Diego Aguirre já começa a colocar seu dedo em como o time joga, com o estabelecimento de um rodízio e de lideranças técnicas, como Nenê. Agora só falta um pequeno detalhe: a vitória.

A diretoria do São Paulo fez uma promoção de ingressos e a torcida deve comparecer em bom número. Diego Souza e Éder Militão estarão a disposição, mas o mesmo não ocorrerá com Rodrigo Caio, que passou por cirurgia no pé. A zaga tem duas posições e três jogadores brigando: Anderson Martins, Arboleda e Bruno Alves.

Aguirre sempre gosta de fazer mistério, mas é normal esperar que Nenê, Diego Souza e Everton comecem jogando no ataque.

E o Santos?

O Santos ainda é uma das equipes mais instáveis do Brasil. Depois da partida horrorosa em Porto Alegre, levando uma sacolada do Grêmio, a equipe venceu a Luverdense por 5 a 1 e o Paraná por 3 a 1. A vitória contra o Paraná foi apenas a segunda no Campeonato Brasileiro, mas vale lembrar que o time paulista tem um jogo a menos, partida adiada contra o Vasco.

Porém, no meio de semana, os reservas do alvinegro foram mal, especialmente no segundo tempo, e perderam para a Luverdense, um resultado preocupante mesmo com a classificação. A razão para isso é que mostra que o elenco, algo tão importante em um campeonato longo de pontos corridos, não é qualificado como o de rivais como o Palmeiras e Grêmio.

E fora de casa neste Brasileiro o time, além de perder para o tricolor gaúcho de forma vergonhosa, ainda foi derrotado pelo Bahia em uma partida muito ruim em Salvador.

Ou seja, qual é o Santos que entrará em campo amanhã?

Gabriel Barbosa Santos
Assim como seu time, Gabriel tem momentos de bom futebol e outros completamente apagados

Na escalação o normal é esperar que Victor Bueno e Victor Ferraz continuem no time titular; eles entraram depois da partida contra o Grêmio em uma mudança promovida por Jair Ventura. O atacante Rodrygo deve continuar flutuando mais pelo campo, ao invés de ficar relegado a uma ponta. Edauardo Sasha e Gabriel Barbosa completam o ataque.

O Morumbi é do Santos?

O São Paulo perdeu apenas uma partida no Morumbi neste ano. Justamente para o Santos, no Campeonato Paulista, gol de Gabriel. Nesta semana o Globo Esporte relembrou que Santos não perde no Cícero Pompeu de Toledo desde 2015. Foram apenas dois jogos, entretanto. Porém, os torcedores das duas equipes sabem que nos últimos anos, o alvinegro sempre conseguiu levar a melhor sobre o Tricolor, especialmente em mata-matas nos estaduais e em um encontro na Copa do Brasil (2015).

O São Paulo, obviamente, não gosta nada disso. E conta com sua torcida em grande número – 18 mil ingressos foram vendidos antes do fim de semana – para voltar a bater o rival praiano.