River Plate x Grêmio: o que esperar da semifinal da Libertadores

46
alison gremio

O Estádio Monumental de Núñez, em Buenos Aires, recebe nas próximas horas os torcedores portenhos e gaúchos que irão acompanhar a ida da semifinal da Libertadores da América entre River Plate e Grêmio.

Os donos da casa não vivem o melhor dos momentos no Campeonato Argentino, onde ocupam apenas a 9ª colocação. O Grêmio, por sua vez, faz uma boa campanha no Brasileirão, no qual é o 5º, mas já praticamente deu adeus às chances de título, já que está a 10 pontos do líder Palmeiras faltando apenas seis jogos.

Na outra semifinal, o próprio Palmeiras enfrenta o arquirrival do River, o Boca Juniors, em partida de ida também na Argentina, no lendário estádio La Bombonera. A possibilidade de uma final Brasil vs. Brasil ou Argentina vs. Argentina é real, mas antes de chegar lá, é preciso se preocupar com o adversário da semifinal.

Como o Grêmio chega para o jogo

Dono de uma campanha firme e sem grandes sustos na Libertadores, – tirando o sufoco de passar pelo Estudiantes nos pênaltis nas oitavas de final – o Grêmio pode ostentar sua invencibilidade na fase de grupos e a melhor defesa do Campeonato Brasileiro, com apenas 19 gols sofridos.

O tricolor gaúcho pode não ter o mais assustador dos ataques, mas vitórias acachapantes como a que obteve contra o Atlético Tucumán nas quartas, com placar agregado de 6×0, servem para dar um impacto positivo na confiança dos torcedores e meter medo no adversário.

O mais importante para os comandados de Renato Gaúcho, porém, é conseguir vazar a impressionante defesa do River Plate. Para isso, os gaúchos não vão poder depender do faro de gols de Everton, que até agora anotou 5 tentos na competição, mas que foi cortado por lesão.

Para o lugar o artilheiro, Renato Gaúcho deve escalar Jael; essencial também é a criatividade do meia Luan, responsável por 3 assistências, mas que também é dúvida para o jogo por conta de uma inflamação na planta do pé direito e outro problema muscular.

Os 4 mil ingressos disponibilizados pelo River Plate para a torcida visitante se esgotaram em menos de 48 horas, e o apoio dos tricolores que viajarem até Buenos Aires deve ser essencial, ainda mais contra o time com a maior média de público da Libertadores e que, não raro, coloca mais de 60 mil pessoas dento do Monumental de Núñez.

A escalação provável do Grêmio é: Marcelo Grohe; Léo Gomes, Geromel, Kannemann, Cortez; Cícero, Maicon; Michel (Ramiro), Jean Pyerre, Alisson; Jael.

Como o River Plate chega para o jogo

river plate comemora
O River Plate não quer repetir a campanha de 2017, quando caiu exatamente nas semifinais

Jogar contra o River Plate e seus 60 mil torcedores no Monumental de Núñez é tarefa ingrata para qualquer um, seja o Barcelona, seja o Íbis. O River chega forte logo de cara porque não tem nenhum desfalque, ao contrário do Grêmio, que não conta com dois de seus principais nomes no time titular para o jogo de hoje.

O grande astro dos argentinos, Lucas Pratto, deve começar no banco de reserva, mas certamente é uma arma a ser explorada em algum momento do jogo pelo técnico Marcelo Gallardo. O River Plate é dono da melhor defesa da Libertadores, com apenas 4 gols sofridos em 8 jogos, e está invicto na competição.

As duas falhas mais conhecidas do time portenho, porém, estão justamente no setor defensivo. Os zagueiros do River Plate gostam de jogar adiantados, o que pode ser explorado em forma de contra-ataque pelo tricolor, e também têm problemas com bolas aéreas.

Se conseguir transpor o ferrolho argentino, porém, o Grêmio pode decidir com mais tranquilidade na sua arena, na próxima semana.

A escalação provável do River Plate é F. Armani; Gonzalo M., Maidana, Pinola e Milton Casco; L. Ponzio, Exequiel Palacios; Quintero, I. Fernández; Scocco e Borré.

Para a Betfair, uma vitória do River Plate paga 1,85 para 1, enquanto a vitória do Grêmio paga 5 para 1. O empate está pagando 3 para 1.

Comentários do Facebook