Os times grandes entram na Copa da Inglaterra

38

O último final de semana viu os times da primeira divisão do campeonato inglês começarem sua participação na competição de clubes mais antiga do mundo, a Copa da Inglaterra, cujo nome oficial na Terra da Rainha é FA Cup.

O mais legal da FA Cup é o fato de ela ser aberta a qualquer time que quiser se inscrever, incluindo aí os semiprofissionais. O número inicial de clubes pode chegar a mais de uma centena, mas vai se reduzindo conforme as fases vão avançando.

É somente na terceira fase da Copa da Inglaterra que os 20 clubes da Premier League (primeira divisão) e os 24 da Championship (a segundona) entram na competição, e é aí que o bicho começa a pegar. Via de regra os grandes passam, mas não é incomum uma bela zebra – como já aconteceu!

A primeira surpresa dessa edição da FA Cup veio graças ao queridinho da galera Leicester City, que conseguiu a proeza de ser eliminado para o nada poderoso Newport County, da quarta divisão. Quem também deu vexame foi o Fulham, que caiu perante seu torcedor no Craven Cottage perdendo para o humilde Oldham Athletic, também da quarta divisão.

Outros times tradicionais que já deram adeus de forma surpreendente foram o Cardiff, também da primeira divisão, que foi eliminado pelo Gillingham, da terceira, e o tradicional Sheffield United, que foi humilhado em casa pelo Barnet, um time que atualmente está sem liga (foi rebaixado da quarta divisão no final da temporada passada).

Os gigantes se garantem

Os times do top-6 da Premier League não tiveram problema em seus duelos iniciais da FA Cup – tirando o líder Liverpool, que joga logo mais e do qual falaremos em detalhes adiante.

O vice-líder Tottenham abriu a terceira rodada e foi absolutamente impiedoso contra o pequenino Tranmere Rovers, da quarta divisão: 7×0 fora de casa, fora o baile. Aurier (duas vezes), Llorente (três vezes), Son e Harry Kane anotaram os tentos dos Spurs em Birkenhead, cidade colada em Liverpool.

Harry Kane fez o gol que fechou o massacre do Tottenham Hotspur sobre o Tranmere Rovers

Quem também atropelou o adversário sem dó foi o Manchester City, que também fez 7×0, só que no Rotherham, da segundona. O City conseguiu a proeza de fazer sete gols com sete jogadores diferentes: Sterling, Foden, Ajayi, Gabriel Jesus, Mahrez, Otamendi e Sané.

Através de dois gols do contestado Morata, o Chelsea recebeu no Stamford Bridge o tradicionalíssimo Nottingham Forest, da Championship, e saiu vitorioso sem tomar gols.

O outro londrino da parte de cima, o Arsenal visitou o Blackpool na costa oeste da Inglaterra e fez o dever de casa sem maiores problemas, vencendo os anfitriões por um tranquilo 3×0 mesmo com um time parcialmente reserva em casa. Os tentos contra o time da terceira divisão foram feitos por Willock e Iwobi.

Fechando a rodada do Big Six na Copa da Inglaterra, o cada vez mais confiante Manchester United venceu sem maiores complicações o Reading, que está na zona de rebaixamento da segundona. O jogo aconteceu em Old Trafford e terminou em 2×0 para os Red Devils, que marcaram com Juan Mata e Lukaku.

Liverpool tenta sua vaga contra adversário da Premier League

Mesmo precisando se preservar para a Premier League, não é improvável ver o trio de ataque titular Salah, Firmino e Mané jogando mais tade contra os Wolves

O sorteio não foi muito gentil com o Liverpool, ainda mais levando em conta os outros adversários. Enquanto que os rivais todos pegaram times de divisões inferiores, os Reds vão ter que encarar logo mais o Wolverhampton do técnico Nuno Espírito Santo, que faz uma campanha segura na Premier League e está em nono.

Para o jogo que fecha a terceira rodada da FA Cup (fora os chamados replays, que serão os jogos que acontecerão de novo entre times que acabaram empatando no “jogo de ida”), o Liverpool não deve economizar em qualidade em campo, já que essa incômoda visita aos Wolves pode custar o sonho da tríplice coroa europeia dos Reds – líderes da Premier League e garantidos nas oitavas da Champions. Vitória do Liverpool fora de casa por 2×0 está pagando 9 para 1 em Betfair.

Comentários do Facebook