Manchester City x Liverpool: o maior desafio dos Reds no caminho do título

30

A badalada Premier League já passou da metade da temporada, e o Liverpool se sagrou oficialmente como campeão. Historicamente falando, o chamado campeão do inverno (ou seja, quem termina o primeiro turno em primeiro) tende a se sagrar vencedor no final, com exceções, é lógico.

Independentemente de qualquer coisa, o Liverpool está fazendo uma campanha histórica e absolutamente arrasadora – a melhor em décadas. Invicto depois de 20 jogos, os Reds estão a 6 pontos de distância do Manchester City, que é justamente seu adversário de logo mais, jogo do qual vamos falar em detalhes daqui a pouquinho.

Essa partida fecha a vigésima rodada da Premier League, que já teve alguns resultados interessantes e dignos de nota, principalmente na parte de cima da tabela. Além do mais, é também a primeira rodada desde que a janela de transferências de inverno foi aberta, e serve para descobrir mais sobre eventuais jogadores trocando de clube.

O Manchester United emendou sua quarta vitória consecutiva vencendo o Newcastle por 2×0 fora de casa (Ole Gunnar Solskjær se tornou o primeiro técnico da história do time a vencer os quatro primeiros jogos a frente do clube). O Arsenal voltou a encontrar o caminho da vitória goleando o vice-lanterna Fulham por 4×1, enquanto que o Chelsea tropeçou de novo e ficou no 0x0 com o Southampton dentro de casa. O Tottenham, por fim, também se recuperou da última derrota e venceu o Cardiff por 3×0 no País de Gales.

Liverpool embalado e City perdendo fôlego

17 vitórias, três empates e nenhuma derrota são números de botar medo em qualquer adversário, e não bastasse isso, o Liverpool provou recentemente que não tem medo de adversários grandes – vide o atropelo por 5×1 em cima do rival Arsenal na última rodada.

Roberto Firmino bate pênalti para fazer seu terceiro gol contra o Arsenal no massacre por 5×1 em Anfield

Como não cansamos de dizer, os Reds são donos da melhor defesa e do segundo melhor ataque da Premier League, ou seja, o time a ser batido. O Arsenal foi apenas mais uma vítima do time de Jürgen Klopp, que nos jogos contra adversários do Big Six (os outros mais bem colocados: Tottenham, City, Chelsea, Arsenal e Manchester United) conseguiu até agora quatro vitórias e três empates.

Como o próprio Jürgen Klopp falou, visitar o Etihad Stadium e sair ileso é o teste mais importante do Liverpool até agora. Os três empates dos Reds até agora foram justamente contra times do topo da tabela (Arsenal fora de casa, Chelsea fora de casa e o próprio City em Anfield), enquanto que todos os outros jogos, dentro ou fora, acabaram em vitórias. O retrospecto é tão impressionante que, mesmo fora de casa, o Liverpool só levou cinco gols.

O Manchester City, porém, é um rival a ser temido e respeitado. Atual campeão e até recentemente também invicto e líder, o time de Pep Guardiola é especialmente letal no ataque, já que mesmo estando em terceiro lugar na Premier League, continua dono do melhor ataque, com avassaladores 54 gols feitos em 20 jogos – média obscena de 2,7 gol por partida.

Sergio Kun Aguero
Sergio Aguero é o artilheiro do City (junto com Sterling) com 9 gols marcados e vai colocar a excelente defesa do Liverpool à prova

Os Citizens vêm de vitória contra o Southampton na última rodada, mas dois tropeços seguidos e vergonhosos golpearam a moral dos azuis de Manchester – 2×1 para o Leicester fora de casa e, principalmente, a derrota por 3×2 para o fraco Crystal Palace dentro do Etihad Stadium. Levando tudo isso em consideração, o que pode ser previsto é um jogaço de bola, independente do placar. O melhor ataque enfrenta a melhor defesa, o que geralmente indicaria um possível empate – em Betfair, 1×1 paga 7 para 1.

Por outro lado, é preciso levar em conta que o Liverpool é também a segunda melhor defesa, está embalado depois de golear o Arsenal e entrou em 2019 invicto. Vitória dos Reds por 3×1 (mesmo placar do jogo contra o Manchester United, por exemplo), paga 23 para 1.

Comentários do Facebook