Palmeiras dá mostra final de força; Atlético-MG se garante

14
dudu palmeiras comemora

Ainda não foi o jogo do título, mas o torcedor do Palmeiras vai lembrar o 4 a 0 contra o América-MG como a mostra de força final: ainda existia riscos, agora só um doido aposta contra o Verdão neste Campeonato Brasileiro de 2018. Caso você queira, o Flamengo campeão paga 34 para 1 na Betfair.

Então, basicamente, nós já criamos o post com a trajetória do Palmeiras nesta competição. Mas não vamos publicar por respeito. Ainda faltam seis pontos em disputa e a vantagem é de cinco para o Flamengo, segundo colocado.

Ela se manteve com a partida de ontem.

Palmeiras desenvolve o futebol que tem na gaveta

Quando critiquei o Palmeiras e o futebol brasileiro em geral, não é porque sou anti, pessimista ou purista do futebol guardiolístico. O decepcionante do time paulista, do Flamengo, do São Paulo, Santos, Cruzeiro e alguns outros times é que há espaço para mais, para jogar bola, para fazer 1 a 0 e continuar atacando e assim aproveitar momentos bons e a vantagem técnica.

Depois de ir para o intervalo sem gols, o Palmeiras fez isso. Abriu o placar com um gol horroroso, mas continuou atacando e aproveitando os espaços deixados pelo América-MG. Não faz sentido nenhum você não aproveitar suas vantagens e abrir 2, 3 para correr perigo e jogar no contra-ataque.

Ajudou o fato que Dudu fez uma partida incrível, uma das melhores com a camisa do Palmeiras e que ficará na memória dos torcedores, especialmente se ele sair no final do ano, como se especula.

Esse Palmeiras do segundo tempo nem sempre poderá ser replicado, assim como o chute de Dudu no golaço que ele marcou. Mas precisa ser o objetivo de Felipão para 2019, jogando a competição que for. Porque com o investimento feito e as peças que há no elenco, dá sim para implantar a ideia e deixar ela se desenvolver, não dependendo de momentos.

Flamengo ainda não quis entregar

Na verdade o Flamengo já entregou demais, durante a competição inteira. Mas o time carioca ainda mantinha a ilusão e poderia cortar a diferença para dois em um mundo rubro-negro. O time fez sua parte batendo um Grêmio que parece torcer para o ano acabar logo.

Berrio Dourado Flamengo
O Flamengo não aproveitou suas chances. Ainda está vivo, mas deve ver o Palmeiras ser campeão mesmo

O time pelo menos mantém a caça, enquanto o Internacional já ficou pelo caminho. O segundo lugar não é humilhante, mas o ano acaba com mais dúvidas do que certezas e sem título. Decepcionante é o mínimo.

Atlético-MG se garante

É claro que todas as trocas de treinador que existem no futebol brasileiro é algo patético e a falta de renovação idem. Mas o Atlético-MG decidiu por mais uma troca e pela experiência e deu certo. Com Thiago Larghi o time corria sérios riscos de perder a vaga. Com Levir Culpi, garantiu ela antes de uma sequência que poderia ser matadora.

O Galo venceu dois jogos obrigatórios, contra Paraná fora e Bahia em casa e foi até Porto Alegre para tirar o Internacional da briga pelo título com um gol no fim. A equipe gaúcha foi até onde pode na competição e isso ficou claro nesta quarta. O Atlético evitou o vexame depois de um segundo turno de queda.

A vaga poderia se complicar porque a equipe mineira viaja até Santos e depois pega o Botafogo, duas equipes que sonhavam com a vaga. Mas o Santos tratou de se auto-implodir com quatro derrotas seguidas, inclusive contra a Chapecoense em casa no jogo que poderia passar o Atlético. E o Botafogo teve uma boa reação, evitou o rebaixamento, mas sonhar com Libertadores já seria demais.

Então o G6 já está garantido com Palmeiras, Flamengo, Internacional, São Paulo, Grêmio e  Atlético-MG, com algumas mudanças de ordem ainda podendo acontecer. O título já é do Verdão basicamente. Agora só resta olhar para o Z4. Esse deve ficar para a última rodada mesmo. E nesta quinta já tem treta: o Vasco precisa vencer o São Paulo em casa para ter uma folga para os quatro últimos. A vitória paga 2,6 para 1 na Betfair.

Comentários do Facebook