São Paulo tem cartada final contra Internacional; Fla precisa bater Flu

51
Diego Souza São Paulo

A 29ª rodada do Campeonato Brasileiro tem dois clássicos estaduais – além do Fla x Flu, Santos e Corinthians se enfrentam -, um jogo entre times da ponta da tabela que é uma das “finais” da competição e um Palmeiras x Grêmio que poderia abalar o Pacaembu, mas é provável que deixe as estruturas do belo estádio intactas.

A introdução foi boa? Então vem comigo para os tópicos

São Paulo tem cartada final contra Internacional

Pode parecer exagerado que uma equipe que está em quarto, quatro pontos atrás do líder e com 10 jogos por fazer ainda vá ter uma cartada final já neste fim de semana. Mas com o São Paulo faz total sentido.

Já falei da decadência técnica do tricolor nas últimas semanas. A derrota em casa para o Palmeiras foi a cereja do bolo, vendo um tabu de 16 anos de invencibilidade em casa ir para o espaço e o Verdão se tornar líder.

O baque psicológico disso foi similar a cinco toneladas de concreto na cabeça. A torcida protestou, as críticas vieram com tudo e no fim, a equipe que estava atuando acima das possibilidades, apanha por não conseguir manter elas.

Por isso que uma derrota para o Internacional, no Beira-Rio, no domingo, terá um peso desproporcional, mesmo que não seja um resultado fora do esperado. A distância nesse cenário aumentaria para quatro pontos e o Palmeiras poderia abrir sete.

Everton, principal jogador do time na melhor fase do São Paulo, está fora novamente. Jean pode substituir o criticado Sidão no gol. Diego Aguirre treina com portões fechados para manter segredo.

Enfim, o tricolor está fazendo tudo que pode para voltar à competição e o jogo contra o Inter fora pode ser uma reedição das duas melhores vitórias da equipe na competição, contra o Flamengo no Maracanã e o Cruzeiro no Mineirão.

É bom que o resultado seja o mesmo, se não essa equipe vai sentir ainda mais a pressão e por ter algumas limitações, dificilmente ficará tão próxima dos líderes como está agora.

Cotações na Betfair: Vitória do Internacional paga 2,1. Vitória do São Paulo paga 3,8 para 1.

Fla x Flu é a terceira final de Dorival Junior

Lucas Paquetá Flamengo
Lucas Paquetá atuou melhor mais adiantado. Contra o Fluminense ele precisa se decisivo novamente

Quando assumiu, Dorival Junior pode olhar para o calendário e ver um desafio muito claro: todo jogo do Campeonato Brasileiro é uma final para o Flamengo e não há atenções para dividir, algo que o Palmeiras, por exemplo, não poe falar o mesmo.

O empate com o Bahia na estreia não foi trágico, mas a equipe precisa de vitórias, como a que conseguiu em São Paulo contra o Corinthians, com um 3 a 0 de imposição.

Agora, neste fim de semana, a final terá cara de final, já que o adversário é o arquirrival Fluminense.

O time não terá nem Diego Alves no gol e nem Diego no meio, mas poderá assim adiantar Paquetá, recém-vendido para o Milan e que teve ótima atuação contra o Corinthians jogando mais adiantado.

Não tem desculpas, o Flamengo precisa vencer o Fluminense no Maracanã. Na Betfair, a vitória rubro-negra paga 1,72 para 1. E se fizer isso, no sábado, pode dormir a um ponto do Palmeiras, que joga no domingo contra o Grêmio.

Palmeiras está com sorte

Palmeiras e Grêmio tinha tudo para ser um duelo das duas melhores equipes do Brasil – ambas na semifinal da Libertadores – decidindo se iam com tudo para o Campeonato Brasileiro ou pegavam leve na reta final.

O provável é que o Grêmio decida pegar leve, porque teve Everton e Marcelo Grohe machucados, Ramiro também e Kannemann está com a seleção argentina. Cortez e Leo Moura também podem ser desfalques nas laterais.

Ou seja, o Grêmio, que poderia sonhar com um triunfo no Pacaembu para cortar a diferença para o alviverde para dois pontos, agora entra em campo com meio-time titular fora.

O Palmeiras não tem nada a ver com isso e ainda conseguiu efeitos suspensivos para Mayke e Diogo Barbosa, expulsos na vergonhosa briga pós-eliminação na Copa do Brasil para o Cruzeiro.

A sorte de campeão começa a bater forte.

Comentários do Facebook