Palmeiras vai até Lima para garantir 1ª posição do Grupo 8

68
Lucas Lima Palmeiras

A vitória por 2 a 0 na Bombonera contra o Boca Juniors foi a melhor atuação do Palmeiras no ano de 2018. E para manter o nível e garantir a primeira posição do Grupo 8 da Copa Libertadores, o alviverde paulista só precisa empatar com o Alianza Lima no jogo desta quinta-feira.

Está tudo tranquilo para o Palmeiras nesse grupo, especialmente depois que Junior Barranquilla e Boca empataram em 1 a 1 na quarta-feira, na Colômbia. Com o resultado, o Boca continua vivo e o Junior perdeu a chance de encostar nos brasileiros. Os times tem respectivamente 6, 7 e 10 pontos.

Senhor de seu destino, a equipe de Roger Machado ainda pega um Alianza que não mostrou nada nesta Libertadores até o momento. O time tem apenas um ponto e ainda não marcaram gol na competição. Aliás a crise não se restringe ao âmbito continental: a equipe perdeu seis dos últimos oito jogos.

Mas calma que nem sempre na Libertadores as coisas são fáceis.

Primeiro vamos de Palmeiras

A equipe decidiu poupar alguns jogadores, já que vem em uma maratona de jogos complicados desde as semifinais do Campeonato Paulista, emendando com dois jogos contra o Boca e o começo do Campeonato Brasileiro.

O time tem cinco desfalques já confirmados. Felipe Melo, lesionado, nem viajou para o Peru. Edu Dracena, Marcos Rocha, Antônio Carlos e Keno também foram preservados.

Mas é justamente para estes momentos que o Palmeiras fez um grande investimento nos últimos anos, visando montar um elenco com peças que podem entrar e sair do time titular.  O quarteto na frente com Lucas Lima, Borja, Willian e Dudu é muito forte.

Palmeiras comemora
O Palmeiras quer manter a boa sequência, mesmo poupando jogadores

A dúvida aqui é como o miolo de zaga com Luan e Thiago Martins vai segurar a barra. A sorte é que, como falamos, o Alianza Lima está zerado em gols pró depois de quatro jogos realizados.

A seca vai acabar?

Difícil cravar que sim. A equipe está com cinco jogadores machucados, inclusive Cachito Ramirez, velho conhecido do futebol brasileiro, com passagem pelo Corinthians, Botafogo e Ponte Preta.

No jogo de ida, o Palmeiras já tinha poupado jogadores para a decisão do Paulistão contra o Corinthians e mesmo assim venceu por 2 a 0, sem levar sustos.

Ou seja, a parte mais difícil, que eram os dois jogos contra o Boca e mais a partida contra o Junior Barranquilla fora, o alviverde passou com sobras e agora só precisa confirmar a primeira posição. Lembrando que os confrontos das oitavas serão decididos por sorteio, um pote com os primeiros de cada grupo e outro com os segundos.

Os outros brasileiros

Se para o Palmeiras está tudo tranquilo e favorável, para os outros brasileiros a situação varia bastante. O Santos conseguiu garantir sua vaga antes mesmo do jogo contra o Nacional, por causa do resultado entre Estudiantes e Real Garcilaso. Porém, a equipe foi derrotada no Uruguai jogando um péssimo futebol, o que deixa o torcedor ressabiado já que a dificuldade só irá aumentar agora.

Grêmio e Cruzeiro tiveram um meio de semana incrível. O Cruzeiro goleando pelo segundo jogo seguido, dessa vez fora de casa contra o Vasco. Já o Grêmio passou o trator sobre o Cerro Porteño. Os dois times ainda não estão classificados, mas em primeiro em seus grupos são donos de seus destinos.

Já os cariocas tem uma situação mais desconfortável. O Vasco na verdade é além disso: o time tomou mais um 4 a 0 na competição e está eliminado, lutando apenas por uma possível terceira posição no grupo para jogar a Copa Sul-Americana. Mas até isso é difícil.

Já o Flamengo tem um jogo contra o Emelec que seria mais tranquilo, não fosse a inconstância da equipe que se manifesta até em casa, onde não conseguiu ganhar do River e do Santa Fé. Depois pega o River no Monumental em um jogo que pode ser de vida ou morte, caso o Santa Fé ganhe dos argentinos nesta quinta.

E por fim o Corinthians, que se complicou com a derrota em casa para o Independiente, mas ainda é o primeiro do grupo. O problema é que os argentinos e o Deportivo Lara estão no cangote e o próximo jogo é justamente na Venezuela. O bom é que o Corinthians parece jogar melhor quando está fora de casa.

Comentários do Facebook