Copa São Paulo de Futebol Júnior: a garotada entra em campo

32

Todo ano, a primeira competição da temporada do futebol brasileiro que é divertida de acompanhar (e é sem dúvidas mais útil e empolgante do que as Florida Cups da vida) é a já tradicionalíssima Copa São Paulo de Futebol Júnior, que em 2019 chega à sua 50ª edição e vai durar de 2 de janeiro até 25 de janeiro.

Embora o nome do campeonato, a Copa São Paulo tem participantes de todo o Brasil – aliás, é uma competição gigantesca, que começa com 128 times distribuídos em 32 grupos de quatro clubes em cada – cada um faz seus jogos em uma cidade pré-determinada do estado de São Paulo. Os dois melhores passam de fase e o torneio vai se afunilando em confrontos únicos de mata-mata até a grande final.

A parte mais divertida da famosa Copinha, além de ver clubes de lugares inimagináveis mostrando suas cores num formato excitante de competição que lembra a Copa do Mundo, só que maximizada em número de participantes, é o fato de este ser o grande celeiro de talentos do futebol nacional. Basta lembrar que foi justamente numa Copa São Paulo, há pouco mais de 10 anos, que um tal Neymar Jr. surgiu para o mundo usando a camisa do Santos.

O nome de Neymar Jr. foi ouvindo pela primeira vez no mundo do futebol justamente numa Copinha, no já longínquo 2008

Jogadores para ficar de olho

Como dissemos, a Copinha é o melhor lugar para observar o potencial da garotada da base dos clubes, sejam eles gigantes tradicionais como Corinthians, Palmeiras, Flamengo e afins ou clubes humildes do Norte e do Nordeste dos quais pouca gente já ouviu falar – mas que têm ali a oportunidade de aparecer na mídia e mostrar sua coleção de jovens talentos.

Os dois melhores times de cada grupo se classificam para a primeira fase de mata-mata, como já dissemos, mas isso ainda significa 64 times competindo uns contra os outros, e seria logisticamente impossível falar dos destaques de cada um no espaço limitado que temos aqui. Assim sendo, vamos focar nos jovens jogadores que mais se destacaram no conjunto geral, sem se prender a analisar time a time.

Como seria mais óbvio, vamos começar com os artilheiros da competição até o momento. Dois jogadores dividem o topo do ranking de gols: Luquinha, do Londrina, e Gabriel Novaes, do São Paulo, ambos com quatro tentos cada. O jogador do clube paranaense já fez inclusive um hat trick.

Logo abaixo dos dois líderes estão os seguintes jogadores, todos com três gols até agora: Pedro (América-MG), Fabrício Oya (Corinthians), Caio (Cruzeiro), Felipe (Ferroviária de Araraquara-SP), João Diogo (Figueirense), Bill (Flamengo), Flávio (Goiás), Gabriel (Ituano-SP), Lucas (Marília-SP), Gabriel (São Paulo) e Zé Eduardo (Visão Celeste-RN).

Também é importante falar dos defensores que têm se destacado. O goleiro Kennedy e o volante Wilker, ambos do Fortaleza, são em parte responsáveis pelo Leão ter feito dois jogos sem tomar nenhum gol até agora, mas marcando seis nos adversários. Quem também está fazendo bonito e não levou um golzinho sequer ainda é o competente goleiro Allan Roden, do Athletico-PR, bem como o arqueiro do Palmeiras, Gomes.

Aliás, todos os seguintes times continuam com o marcador de gols sofridos zerado: Sport-PE, VOCEM-SP, Legião-DF, São Bernardo-SP, Ferroviária-SP, Audax-SP, Fluminense, Elosport-SP, União Mogi-SP, Flamengo de Guarulhos-SP, Internacional, Juventude, Trindade-GO, Nacional-SP e Goías.

Como manda a tradição, final vai rolar no dia 25 de janeiro, aniversário de São Paulo, no estádio do Pacaembu

Quem pode ir longe na Copinha

O maior campeão do torneio é o Corinthians, dono de respeitáveis 10 títulos – o dobro do segundo colocado, Fluminense. O Timão é um dos clubes que vêm fortes este ano, principalmente com Oya e Roni fazendo gols adoidados. O Ituano, do mesmo grupo do Corinthians, também tem uma ótima base, especialmente o artilheiro Martinelli.

Outros clubes que estão indo bem e já estão classificados incluem São Paulo, Palmeiras, Fluminense e Internacional, todos fazendo ótimas campanhas. Athletico Paranaense, Sport, Goiás e Portuguesa também classificaram entre os nomes mais famosos, enquanto que as surpresas até agora ficam por conta de Manthiqueira-SP, VOCEM-SP e Primavera-SP.

Comentários do Facebook