Espanha e Portugal fazem jogaço; que França e Argentina veremos no sábado?

27
cristiano ronaldo portugal

A Copa do Mundo de 2018 está começando a esquentar. Depois da Rússia ter goleado a fraca seleção da Arábia Saudita em um jogo sem estrelas, Uruguai e Irã venceram seus jogos sem brilhar. Tudo bem, todos esperavam o duelo entre Espanha e Portugal e ele entregou tudo que prometeu. Não teve vencedor, mas ninguém se importa muito.

Quase a Espanha reverte sua crise; tinha um Ronaldo no caminho

A demissão de Julen Lopetegui logo antes da estreia criou uma crise em uma seleção que era uma das favoritas. E quando Nacho fez pênalti em Cristiano Ronaldo (foi mesmo?) com três minutos de jogo, parecia que o inferno astral continuaria.

Diego Costa conseguiu empatar logo depois (com ou sem falta?), mas Cristiano Ronaldo em um chute no meio, contou com a falha do excelente David De Gea e fez Portugal ir para o intervalo com vantagem.

Essa vantagem pouco durou com a bola rolando: Costa e Nacho, se redimindo, viraram. Mas no fim da partida, Cristiano Ronaldo sofreu a falta, pegou a bola e em uma cobrança magistral empatou a partida. Nas três Copas anteriores o Gajo fez três gols. Na estreia de sua quarta ele fez um hat trick. Melhor do mundo, sim ou com certeza?

A Espanha deixou uma boa imagem, apesar de perder dois pontos no fim. Portugal encarou de frente uma das melhores seleções do mundo e arrancou um ponto. Ou seja, ambos os times são mais do que ameaçadores no gramado russo.

Pobre Irã, que é o líder do grupo, mas não por muito tempo – pega a Espanha na próxima quarta – e Marrocos já está basicamente com a água no pescoço. O sorteio não foi legal para as duas seleções.

Que França veremos em campo?

antoine griezmann france
Griezmann resolveu seu futuro. Agora ele precisa liderar a França

A França vai fazer sua estreia às 7h contra a Austrália neste sábado. Já falei que a seleção é uma das favoritas pelo talento que entra em campo com seu uniforme. Mas o coletivo ainda é falho.

Uma das nuvens que seguia os Bleus era para onde Antoine Griezmann iria após a Copa. E antes de tudo começar, ele já disse que ficará no Atlético de Madrid. Sem ter que pensar em caminhões de mudança talvez ele desembeste a fazer gols.

O jogo de estreia será vital para sabermos qual França entrará em campo. O time apático que parece não gostar de jogar junto ou uma seleção que com Griezmann, Kylian Mbappé e Paul Pobga tem tudo para ser incisiva e com Raphael Varane, N’Golo Kanté e Hugo Lloris, pode se segurar lá atrás sem passar sufocos?

Quem acordar cedo pode ter uma resposta.

Que Argentina vai entrar em campo?

lionel messi argentina
Cristiano Ronaldo fez sua parte de forma brilhante. Será que Messi vai tentar superar?

Esse é sempre um desafio saber, uma verdadeira caixinha de surpresas. A atual vice-campeã do mundo não convenceu nem quando quase ganhou a Copa do Mundo. Nestes últimos quatro anos ainda teve mais decepções para Messi, perdendo a Copa América pro Chile e quase se aposentando da seleção e quase passando vexame na eliminatória.

A razão para os hermanos estarem na Rússia é Messi ter feito três gols em Quito. Agora precisa de mais, especialmente dos companheiros do camisa 10. Angel Di Maria, que fez excelente Copa em 2014, pode ser um desafogo. O resto é um completo enigma que começaremos a desvendar às 10h, na partida contra a Islândia.

Os outros dois jogos

O sábado é o primeiro dia com quatro jogos. Além dos dois já citados de seleções campeãs do mundo, Peru e Dinamarca jogam às 13h e Croácia e Nigéria às 16h.

Esses dois jogos serão vitais em seus grupos, já que é difícil ver grandes vantagens para um ou outro lado. O Peru terá Paolo Guerrero no ataque, um reforço e tanto em todos os sentidos. A Dinamarca mesmo assim parece ser mais técnica.

Já a Croácia tem Luka Modric e Ivan Rakitic, de Real Madrid e Barcelona respectivamente, para controlar o meio de campo. A Nigéria não é tão talentosa como em anos passados.

Porém, tanto Peru como Nigéria podem sonhar com uma vitória em grupos que tirando seus favoritos, estão completamente abertos. E nem os favoritos estão lá jogando o fino da bola.