Guia para a Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019

A temporada regular de futebol europeu chegou ao fim, mas isso não quer dizer que acabou a ação dentro de campo no Velho Continente. A partir do dia 7 de junho, na França, as mulheres de 24 nações vão disputar a oitava Copa do Mundo FIFA de Futebol Feminino, e aqui nós vamos falar sobre os grupos, os times neles e as atletas que devem se destacar.

As regras são um pouco diferentes daquelas com as quais estamos acostumados no mundial masculino. Aqui são 6 grupos com 4 países cada. Passam as duas melhores seleções de cada grupo e mais as quatro melhores terceiras colocadas.

No fim de cada parágrafo sobre os grupos você vai encontrar a tabela de jogos. Todos os horários estão no Horário de Brasília.

Grupo A

As anfitriãs francesas vêm subindo de qualidade ano após anos. Talvez tenha chegado a hora de almejarem voos mais altos

Como manda a tradição, a anfitriã é a cabeça-de-chave do primeiro grupo. No caso, estamos falando da Seleção da França. É a terceira Copa seguida das francesas, que nunca conquistaram o título mundial. O retrospecto recente é bem positivo, com seis vitórias nos últimos sete amistosos. Olho aberto para três jogadores em especial: Eugénie Le Sommer, do Lyon, autora de 74 gols com a camisa da seleção e a experiente dupla de meio-campistas Gaëtane Thiney e Élise Bussaglia.

A única campeã mundial no grupo A é a Noruega, que venceu a edição de 1995. A capitã Maren Mjelde, do Chelsea, deve ser destaque, ao lado de Isabell Herlovsen, principal artilheira da equipe nórdica. Completam o grupo as seleções da Nigéria e da Coreia do Sul, menos tradicionais no esporte. As nigerianas são atuais tricampeãs africanas, porém. Vale lembrar.

DataHorárioLocalJogo
Sex, 07/0616hParisFrança x Coreia do Sul
Sáb, 08/06 16hReimsNoruega x Nigéria
Qua, 12/06 10hGrenoble Nigéria x Coreia do Sul
Qua, 12/06 16hNiceFrança x Noruega
Seg, 17/0611hRennesNigéria x França
Seg, 17/0616hReimsCoreia do Sul x Noruega

Grupo B

A Seleção Alemã é dona da medalha de ouro das Olimpíadas do Rio de Janeiro de 2016. Agora é ver o que elas fazem na Copa do Mundo da França

A bicampeã Alemanha é a cabeça de chave do grupo B, detentora de 8 dos últimos 10 Campeonatos Europeus. Além do mais, o time alemão é o atual campeão Olímpico. Tudo isso coloca a Seleção Alemã entre as principais candidatas ao título. Capitaneada por Alexandra Popp, que é também artilheira do time, a Alemanha é um dos nomes a ser temido.

A outra seleção europeia no grupo é a Espanha, que só está na sua segunda Copa do Mundo e não ganhou sequer um jogo na competição passada. Quem talvez tenha algum protagonismo é a China, sede de duas Copas e que parou nas quartas em 2015. Completa o grupo a África do Sul, uma das grandes surpresas da edição, prestes a jogar sua primeira Copa do Mundo!

DataHorárioLocalJogo
Sab, 08/0610hRennesAlemanha x China
Sáb, 08/06 13hLe HavreEspanha x África do Sul
Qua, 12/06 13hValenciennesAlemanha x Espanha
Qui, 13/06 16hParisÁfrica do Sul x China
Seg, 17/0613hMontpellierÁfrica do Sul x Alemanha
Seg, 17/06 13hLe HavreChina x Espanha

Grupo C

Marta estará mais uma vez usando a camisa 10 da Seleção Brasileira na busca pelo título mundial inédito

Hora de falar da Seleção Feminina do Brasil! A primeira coisa, infelizmente, é reconhecer que o time treinado por Vadão já viveu seus dias melhores e não chega sequer como favorito do seu grupo. As intermináveis e já lendárias Cristiane, Marta (eleita de novo a melhor do mundo em 2018) e Formiga (esta recordista mundial de participações em Olimpíadas) estarão lá, mas é difícil dizer que isso será suficiente para encarar um grupo especialmente difícil – ainda mais depois de todo mundo ver a Seleção perder 9 de 9 dos últimos jogos.

A grande favorita do grupo do Brasil é a Austrália, que conta com as monstruosas Lisa De Vanna e Sam Kerr, artilheira e capitã da equipe, respectivamente. Mesmo vindo de três derrotas nos últimos três amistosos, a Austrália é a atual campeã da Copa das Nações. Nas Copas do Mundo, o time australiano esteve em todas as edições desde 1995 e chegou sempre até as quartas de 2007 em diante.

A equipe europeia no grupo com o Brasil é a Itália, que deve brigar com a nossa seleção pela segunda vaga (partindo do princípio de que a Austrália passe em primeiro). O retrospecto das italianas na competição é péssimo (não participou de nenhuma edição desde 1999), mas o investimento do país no futebol feminino recente é digno de nota. A Squadra Azzurra feminina não perdeu nenhum dos nove jogos que fez em 2019 e pode surpreender. Completa o grupo a estreante Jamaica, contra quem o Brasil faz sua estreia no dia 9 de junho.

DataHorárioLocalJogo
Dom, 09/068hValenciennesAustrália x Itália
Dom, 09/06 10h30GrenobleBrasil x Jamaica
Qui, 13/06 13hMontpellierAustrália x Brasil
Sex, 14/0613hReimsJamaica x Itália
Ter, 18/06 16hGrenobleJamaica x Austrália
Ter, 18/06 16hValenciennesItália x Brasil

Grupo D

As japonesas podem não ser cabeça de chave do seu grupo, mas são certamente uma das seleções mais perigosas de todas

O time mais perigoso no grupo D é o Japão, cujas atletas foram campeãs mundiais em 2011, jogando na Alemanha contra as favoritíssimas americanas. As japonesas têm um belo desempenho olímpico e nas outras copas continentais, o que faz delas provavelmente o melhor time da Ásia. São também as atuais vice-campeãs do mundo.

A cabeça de chave do grupo, porém, é a Inglaterra, terceira colocada da Copa do Mundo de 2015. Sob o comando do lendário Phil Neville, ex-Manchester United e Everton, as atletas inglesas têm atingido um novo nível de excelência dentro de campo e devem dar trabalho para os adversários. A experiente e habilidosa Karen Carney, do Chelsea, é a promessa de criação no meio-campo e também de gols das inglesas.

No mesmo grupo que as inglesas estão suas irmãs do Norte, a Escócia. Estreante em Copa do Mundo depois de bater na trave nas Eliminatórias para 2015, o time escocês é o azarão do grupo e não deve dar muito trabalho às adversárias. Mesma coisa acontece com a Argentina, que completa o grupo. Bem diferente do time masculino, as mulheres argentinas ainda não conseguiram provar seu talento dentro de campo e não participam de Copa desde 2011 (e de Olimpíadas desde 2008).

DataHorárioLocalJogo
Dom, 09/0613hNiceInglaterra x Escócia
Seg, 10/06 13hParisArgentina x Japão
Sex, 14/06 10hRennesJapão x Escócia
Sex, 14/06 16hLa HavreInglaterra x Argentina
Qua, 19/0616hNiceJapão x Inglaterra
Qua, 19/06 16hParisEscócia x Argentina

Grupo E

A Seleção do Canadá é fortíssima, tradicional e chega cheia de moral para mais uma Copa do Mundo

O destaque desse grupo é sem dúvidas a seleção do Canadá, país de fortíssima tradição no futebol feminino, e por isso mesmo cabeça de chave. Presente em sete das oito edições de Copa do Mundo até hoje, as canadenses vêm melhorando de desempenho a cada jogo, faturando o bronze nas duas últimas olimpíadas. Embora tenha empatado muito, a seleção ainda não perdeu em 2019. Capitaneadas pela mais do que experiente Christine Sinclair, uma verdadeira lenda viva do futebol canadense e recordista de gols do time em todos os tempos, o Canadá tem tudo para ir longe nessa Copa do Mundo da França.

A força em ascensão do grupo é a Holanda, que chega para sua segunda Copa do Mundo mais forte do que jamais esteve antes. As holandesas são as atuais campeãs europeias e tem um ataque fulminante, que fez 12 gols nos últimos três jogos. A jovem Vivianne Miedema, do Arsenal, e a melhor jogadora do mundo de 2017, Lieke Martens, do Barelona, são as maiores esperanças de gol das mulheres do time laranja.

Completam o grupo a seleção de Camarões, que faz sua segunda Copa seguida, e a seleção da Nova Zelândia, essa sim mais perigosa, talvez beliscando vaga entre as melhores terceiras colocadas.

DataHorárioLocalJogo
Seg, 10/06 16hMontpellierCanadá x Camarões
Ter, 11/0610hLe HavreNova Zelândia x Holanda
Sab, 15/06 10hValenciennesHolanda x Camarões
Sab, 15/06 16hGrenobleCanadá x Nova Zelândia
Qui, 20/0613hReimsHolanda x Canadá
Qui, 20/06 13hMontpellierCamarões x Nova Zelândia

Grupo F

As atuais campeãs do mundo são as americanas, que chegam à França para defender seu título com altas expectativas

O último grupo da Copa do Mundo da França 2019 conta com a atual campeã do mundo e mais uma vez favorita: a seleção dos Estados Unidos. Campeã duas vezes e finalista num total de quatro das oito Copas já disputadas, as americanas não à toa estão no topo do Ranking da FIFA. O que não falta no time americano são nomes de atletas lendárias ainda em atividade, incluindo aí a dupla de ataque mortal composta por Carli Lloyd e Alex Morgan, além de jogadoras como Megan Rapinoe, Christen Press, Becky Sauerbrunn e muitas outras. Fortíssimas candidatas ao título.

Quem deve brigar por vaga na próxima fase é a sempre competente seleção da Suécia, vice-campeã em 2003 e terceira colocada em 1991 e 2011, além de atual vice-campeã olímpica. As suecas têm um time coeso e que deve ser bem competitivo sob o comando da experiente capitã Caroline Seger.

As outras duas seleções no grupo são mais fracas e dificilmente conseguiram passar mesmo entre as melhores terceiras colocadas. O Chile faz sua estreia em Copas do Mundo e não venceu um jogo sequer em 2019, enquanto que a Tailândia faz sua segunda participação em sequência, mas perdeu 11 dos seus últimos 12 jogos.

DataHorárioLocalJogo
Ter, 11/06 13hRennesChile x Suécia
Ter, 11/06 16hReimsEUA x Tailândia
Dom, 16/06 10hNiceSuécia x Tailândia
Dom, 16/06 13hParisEUA x Chile
Qui, 20/06 16hLe HavreSuécia x EUA
Qui, 20/06 16hRennesTailândia x Chile
Comentários do Facebook