Depois das negociações no verão do Hemisfério Norte atingirem níveis estratosféricos de dinheiro com a transferência de Neymar para o Paris Saint-Germain, esperava-se que no inverno essa tônica se manteria. E se manteve, com a Inglaterra sendo o epicentro de tudo.

Depois de alguns meses de namoro, Philippe Coutinho finalmente foi para o Barcelona por valores que passam os 150 milhões de euros. O Liverpool tentou até o último momento manter sua estrela, mas acabou vendendo Coutinho com um lucro incrível, já que ele foi comprado da Inter de Milão por 8 milhões de Libras.

coutinho
Philippe Coutinho tem tudo para brilhar no Barcelona após ressuscitar carreira no Liverpool

Com a compra do meio-campista, o Barcelona reforça ainda mais uma equipe que é a grande favorita para ganhar o Campeonato Espanhol e cujo jogo faz o time sonhar com a conquista da Europa pela sexta vez. O encaixe do brasileiro ainda é uma dúvida, já que ele não tem a mesma característica de seu compatriota Neymar e Iniesta é ainda uma grande peça na equipe de Ernesto Valverde. Mas com tantas estrelas, saber onde cada um joga é um problema que todo treinador gostaria de ter.

O valor de Coutinho já deu o tom de como o mercado está inflacionado e o próprio Liverpool teve que encarar o outro lado da moeda, trazendo o zagueiro holandês Virgil Van Dijk por 75 milhões de libras, maior valor de todos os tempos para um zagueiro. Ele jogava no Southampton.

É sempre interessante olhar os valores e como eles evoluíram na história. Por exemplo, em 2001, Zinedine Zidane era um dos maiores jogadores do mundo e terminou sua carreira como um dos maiores da história. O Real Madrid, ao tirá-lo da Juventus, foi acusado de inflacionar o mercado. O valor total da transferência foi de 77,5 milhões de euros, que sem analisar inflação, representa basicamente metade do valor de Coutinho.

alexis sanches
O chileno ficaria sem contrato no fim desta temporada e seis meses antes ele poderia assinar um pré-contrato com quem quisesse.

Só que mesmo na era dos caminhões de dinheiro se deslocando pelo Velho Continente, ainda dá para achar algumas barganhas e se aproveitar de finais de contrato e jogadores descontentes. O Manchester United fez exatamente isso com Alexis Sanchez.

O chileno ficaria sem contrato no fim desta temporada e seis meses antes ele poderia assinar um pré-contrato com quem quisesse. Sem clima no Arsenal, ele quase fechou com o Manchester City na janela de verão, mas o acordo não deu certo. O United, esperto, cedeu Henrikh Mkhitaryan, que tem um contrato de dois anos ainda, e ganhou um novo camisa 7.

O Arsenal, que ficaria de mãos abanando em alguns meses, pelo menos ganhou em troca um bom jogador e já que teria que se reforçar de qualquer jeito, saiu com algo para se orgulhar. Mas isso não quer dizer os Gunners não tiraram o escorpião do bolso. A equipe londrina finalmente tentou fazer um impacto na janela de negociações e trouxe Pierre-Emerick Aubameyang, o atacante do Borussia Dortmund, que gosta bastante de falar mas também de fazer gols.

Pierre-Emerick AubameyangPierre-Emerick Aubameyang
Aubameyang já chegou fazendo gols e empolgando a torcida do Arsenal

E os seus mais de 60 milhões de euros de custo começaram a valer a pena logo de cara, com ele fazendo um gol na goleada de seu novo time contra o Everton. Fora da Champions League, o Arsenal precisa voltar urgentemente para evitar ainda mais pressão da torcida e imprensa e Aubameyang, junto com Mesut Ozil, podem ser os líderes nessa conquista de uma vaga pela Premier League.

Ou seja, as principais movimentações tiveram os times ingleses envolvidos, já que o Paris Saint-Germain deu uma acalmada em seu ímpeto comprador, o Bayern de Munique não fez um grande splash e o Real Madrid deixou sua era galáctica um pouco para trás. O que não quer dizer que os boatos sobre Neymar interessar aos merengues não sejam verdade, muito pelo contrário.