França é favorita contra Uruguai, que não deve ter Cavani

17
França Pavard

As quartas de final da Copa do Mundo começam nesta sexta-feira, 05 de julho. E os melhores confrontos acontecem logo de cara, com França e Uruguai (às 11h de Brasília) e Brasil e Bélgica (15h de Brasília) entrando em campo.

O jogo destacado por este post será França e Uruguai, que infelizmente não deve contar com uma grande estrela, que coincidentemente joga no futebol francês. Mas antes vamos falar do vice-campeão europeu.

A França subiu um nível

A primeira fase da França não foi das mais maravilhosas da história das Copas. Mas os quatro gols que fez na Argentina, aliados com a partida sensacional do jovem Kylian Mbappé (dois gols e um pênalti sofrido) fizeram os franceses pularem no conceito de todo mundo.

Como já disse aqui, várias vezes, só o Brasil pode brigar com a França no papel, em jogadores talentosos. O goleiro Hugo Lloris, os zagueiros do Barcelona e Real Madrid (Samuel Umtiti e Raphael Varane), o excelente N’Golo Kanté, Paul Pogba (que ainda pode mais) e o ataque com Mbappé e Antoine Griezmann são de meter medo.

O jogo se desenha de forma bastante clara. A França terá a iniciativa do jogo e a bola pela maior parte do tempo, enquanto o Uruguai fecha espaços de forma primorosa. A defesa com Godín e Gimenez é a titular do Atlético de Madrid e leva para a seleção a mesma segurança.

O meio-campo também é pegador, mas o maior problema será mesmo que tecnicamente ele deve ser engolido pelo da França, que com Pogba e o substituto de Matuidi (suspenso), seja Nabil Fekir ou Tolisso, tem todas as condições de segurar o jogo e impor seu ritmo.

A França não deve encarar Cavani

Cavani uruguai
Cavani se lesionou no jogo contra Portugal e mesmo se voltar, não estará 100%

O Uruguai sabe perfeitamente como é jogar sendo o azarão e adora essa situação, podendo se fechar, correr por três times e jogar a bola nos seus jogadores de talento. O problema é que metade do ataque uruguaio estará fora. Luis Suárez não deve ter a companhia de Edinson Cavani, atacante do PSG e autor de dois gols na vitória por 2 a 1 contra Portugal.

O jogador até treinou nesta quinta-feira, mas o fez em separado e corre contra o tempo, com uma lesão na panturrilha. Mesmo que ele consiga jogar, seja desde o começo ou entrando no segundo tempo, ele claramente não estará 100%.

Essa é uma perda irreparável e que deixará os sul-americanos ainda mais jogando por uma bola. E a maior pena é que com ele inteiro, os espaços surgiriam, assim como apareceram para a Argentina, que fez três gols e poderia ter empatado o jogo no finalizinho do excelente duelo nas oitavas de final.

A Copa já teve muitas surpresas, mas uma vitória do Uruguai, em uma fase tão avançada, encabeçaria a lista.

Caso você não ache isso…

Aqui está sua grande chance de ganhar pontos no bolão. O Uruguai, apesar de toda sua tradição e boas campanhas nas últimas copas – especialmente em 2010 – é o maior azarão nesta fase segundo as casas de apostas.

Esta é uma Copa que já apresentou muitas surpresas, como a Alemanha sendo eliminada na primeira fase e a Espanha caindo para a anfitriã Russia, mas quanto mais a competição avança, mais difícil é uma zebra passear.

Tanto que nas 20 Copas ocorridas até o momento, nunca um time completamente desconsiderado no início da competição levou o título. E até agora apenas oito países tem a honra de ser campeões do mundo.

É difícil chamar o Uruguai de zebra, já que entre os oito países, esse pequeno território sul-americano, abençoado quando entra em campo, encabeça a lista com sua vitória na primeira Copa. Mas a França tem a clara obrigação no primeiro jogo da sexta.