Croata é o novo rei do futebol; Marta é rainha pela 6ª vez

30
Modric e Marta
Modric e Marta levaram os prêmios de melhor do mundo da Fifa em 2018

Aos 33 anos, o croata Luka Modric foi proclamado nesta segunda-feira, 24 de setembro, o novo rei da bola. Ele ganhou o prêmio de melhor jogador do planeta na versão da Federação Internacional de Futebol (Fifa). Foi escolhido pelo voto de direto de fãs – através da Internet, jornalistas selecionados pela entidade, capitães e técnicos das seleções nacionais.

Encerrou, assim, uma década em que o prêmio teve como vencedor o português Cristiano Ronaldo ou então o argentino Lionel Messi. Cada um deles foi contemplado cinco vezes.

E os dois também foram superados pela brasileira Marta, que recebeu na cerimônia realizada em Londres pela sexta vez o prêmio de melhor jogadora do mundo. Ninguém acumulou mais prêmios do que essa alagoana nascida na pequenina cidade de Dois Riachos há 32 anos.

Escolha de Modric mostra que Copa do Mundo é fundamental

A opção por Modric mostrou que o desempenho na Copa do Mundo é essencial. Foi por ter sido destaque no medíocre Mundial da Alemanha que o defensor italiano Fabio Cannavaro foi eleito melhor jogador de futebol de 2006 na versão da Fifa.

Luka Modric
Croata, Luka Modric atua no Real Madrid

Não que Modric não tenha qualidades para ser apontado o melhor do mundo. Mas também as tinha em 2017 e 2016, quando ao lado de Cristiano Ronaldo conduziu o Real Madrid aos títulos da Liga dos Campeões da Europa. Porém, foi solenemente ignorado naquelas conquistas. Dessa vez, como conduziu a Croácia ao vice-campeonato na Rússia, deixou o português, que foi campeão ao seu lado da UCL (Uefa Champions League) em 2017/2018 para trás.

CR7: sem coroa e sem educação

Antes mesmo do início da cerimônia ficou claro que o prêmio iria para Modric. O egocêntrico Cristiano Ronaldo avisou que não compareceria à cerimônia dando a esfarrapada desculpa de que tinha compromisso pelo Campeonato Italiano na quarta-feira. De fato, a Juventus vai enfrentar o ‘poderoso’ Bologna. Poderia muito bem ter voado para Londres e aplaudir a premiação de um ex-colega que lhe ajudou com assistências precisas a fazer muitos gols.

Não foi o único desfalque na premiação. O argentino Lionel Messi, que estava na seleção mundial ao lado de Cristiano Ronaldo, também não deu as caras. Cinco vezes ganhador do prêmio de melhor jogador, fez beicinho por não figurar sequer na lista tríplice na temporada 2018. Perdeu a vaga para o egípcio Mohamed Salah, do Liverpool.

Depois de três vices, Marta volta a reinar

Messi e Cristiano Ronaldo poderiam ter apreendido com Marta uma lição de elegância nas últimas três edições do prêmio da Fifa quando a brasileira ficou com a segunda colocação na eleição e de forma elegante compareceu ao evento e aplaudiu as vencedoras.

Marta
A alagoana Marta atualmente joga pelo Orlando Pride, dos Estados Unidos

Melhor jogadora do planeta em 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010, a brasileira colocou a coroa de rainha na cabeça pela sexta vez, feito que nenhum outro atleta da bola redonda – homem ou mulher – conseguiu.

Cai-cai, Neymar fica fora do top 10 e seleção da Fifa

Se entre as mulheres o Brasil, brilhou, entre os homens a situação foi muito diferente. Neymar, que é considerado o maior astro do país, sequer conseguiu ficar entre os dez primeiros colocados na eleição para o prêmio de melhor do mundo. Veja a seguir quem foram os escolhidos e o percentual final dos votos já levando em consideração os critérios do peso de cada membro do colégio eleitoral:

1 – Modric – 29.05%
2 – Cristiano Ronaldo – 19.08%
3 – Mohamed Salah – 11.23%
4 – Kylian Mbappé – 10.52%
5 – Lionel Messi – 9.81%
6 – Antoine Griezmann – 6.69%
7 – Eden Hazard – 5.65%
8 – Kevin De Bruyne – 3.54%
9 – Raphael Varane – 3.45%
10 – Harry Kane – 0.98%

Neymar, que durante a Copa do Mundo da Rússia chegou a ser ironizado pelo presidente da Fifa, Gianni Infantino, por suas encenações no gramado, sequer conseguiu uma vaguinha na seleção mundial formada pela entidade. O time ficou assim:

Goleiro: David De Gea (Manchester United)

Lateral-direito: Daniel Alves (Paris Saint-Germain)

Lateral-esquerdo: Marcelo (Real Madrid)

Zagueiro: Raphael Varane (Real Madrid)

Zagueiro: Sergio Ramos (Real Madrid)

Meia: Luka Modric (Real Madrid)

Meia: N’golo Kanté (Chelsea)

Meia: Eden Hazard (Chelsea)

Atacante: Cristiano Ronaldo (Juventus)

Atacante: Lionel Messi (Barcelona)

Atacante: Kylian Mbappé (Paris Saint-Germain)