Munich x Borussia Dortmund

Assim como na França podemos ter um duelo entre Paris Saint-Germain e Monaco decidindo o campeonato a favor dos parisienses, na Alemanha o Der Klassiker pode definir o Campeonato Alemão para o Bayern de Munique. Caso isso se confirme, será a sexta conquista seguida do time bávaro.

E essa confirmação pode vir justo com uma vitória sobre o último campeão não chamado Bayern de Munique. O Borussia Dortmund foi bicampeão em 2010/11 e 2011/12 e foi um rival à altura para o poderio do Bayern não só na Alemanha mas na Europa nos anos 2010. E os dois times estão sempre se ligando também fora de campo; além das transações, que fazem mais a via Dortmund – Munique que o contrário, o ex-treinador do Borussia, Thomas Tuchel, recusou nesta semana o emprego no Bayern, que irá abrir para a próxima temporada. O jovem treinador pode assumir o Arsenal ou o Paris Saint-Germain.

Dessa vez o Borussia é o terceiro colocado da Bundesliga, chegando para a 28ª rodada com 48 pontos, um a menos que o Schalke 04 e 18 a menos que o time de Munique. Como depois do clássico só teremos mais 18 pontos em disputa nas 6 rodadas finais, uma derrota do Dortmund na Allianz Arena encerra as chances do time do Vale do Ruhr. E seu rival local, o Schalke, tem que pensar o mesmo, precisando vencer o Freiburg em casa para manter o distante sonho.

O Bayern de Munique vai entrar em campo com uma boa notícia já para a próxima temporada. Depois de meses de especulação sobre uma saída de Robert Lewandowski, que curiosamente chegou do Borussia em 2014, Karl-Heinz Rummenigge afirmou categoricamente que o atacante não sairá. O contrato dele irá até 2020/2021. Ou seja, o Real Madrid terá que procurar outro 9.

Lewandowski
Lewandowski está cheio de moral em Munique e chega com tudo para mais um clássico contra seu ex-time

O time de Jupp Heynckes tinha uma sequência de 13 jogos invictos até a ultima rodada, quando a equipe visitou o RB Leipzig e perdeu de virada, com Timo Werner tendo grande atuação. Porém, há que se destacar que Heynckes, de volta ao Bayern depois de ter se aposentado, suprindo uma emergência com a saída de Carlo Ancelotti, poupou jogadores. Lewandowski mesmo começou no banco, dando lugar a Sandro Wagner.

Contra o Borussia Dortmund dificilmente isso irá se manter. A maior parte do elenco irá voltar da parada para as Datas FIFA mais descansado e o time deve ir com força máxima para resolver o campeonato alemão. Arjen Robben já retornou aos treinos no começo da semana e também pode ser uma peça a ser usada pelo veterano treinador.

Vale lembrar que a Uefa Champions League vai começar a afunilar ainda mais e mesmo tendo sorte no sorteio, o Bayern não vai querer repetir o Manchester United e cair para o Sevilla, que não assusta tanto quanto os seus dois companheiros de La Liga, mas já deu mostra de seu valor.  Nada melhor então que chegar para a Liga dos Campeões com mais uma liga nacional na conta.

Já no Borussia, depois de treinar com Usain Bolt, outro fato que gerou notícias foi a ausência de Mario Götze da convocatória da Seleção Alemã, menos de quatro anos depois dele ter feito o gol que deu o quarto título Mundial para o país. Segundo o treinador Peter Stöger, o jogador não parecia abatido com a situação. Quer coisa melhor para Götze que em um dos maiores jogos na temporada de sua equipe, logo contra seu antigo time, ele conseguir jogar muito? Pode ter certeza que isso ajudará para conseguir cavar uma presença na Rússia nos meses de junho e julho.

dortmund Mario Götze
Mario Götze vai ter que correr muito atrás para conseguir voltar à seleção alemã