Os começos lentos de Manchester United, Inter de Milão e Atlético de Madrid

78
José Mourinho Manchester United

Os campeonatos nacionais na Europa estão apenas no começo, mas com tamanho favoritismo de algumas equipes, perder pontos neste início de temporada já pode criar um buraco difícil de recuperar.

O Manchester United na Inglaterra, a Inter de Milão na Itália e o Atlético de Madrid na Espanha já veem seus maiores rivais com alguma distância, mesmo com investimentos grandes para tentar matar a vantagem que Manchester City, Juventus e Real Madrid & Barcelona tem nos últimos anos.

Vamos a cada um dos casos, que têm suas particularidades

Manchester United está no meio da turbulência

Quando falei em investimento acima, o United não se encaixa nesta última janela, quando a imobilidade irritou publicamente José Mourinho. Mas é inegável que o clube gastou rios de dinheiro para montar seu elenco atual, com Paul Pogba sendo o exemplo máximo disso.

Porém Pogba é um dos que balançaram na janela com o interesse do Barcelona. A diferença técnica em relação ao City, que passeou na Premier League passada, na qual o United foi vice, só parece ter aumentado.

E é claro que Mourinho não ficaria quieto. Ele destruiu todas as pontes em Madrid, seja com os jogadores do Real ou a diretoria e foi demitido no fim da sua terceira temporada. No Chelsea, em sua segunda passagem, ele ter vencido a Premier League na temporada anterior não impediu sua demissão no meio das competições.

E agora, entrando em sua terceira temporada em Manchester ele perdeu para o Brighton, que em quatro rodadas só venceu esse jogo e depois levou uma sapatada do Tottenham em casa, 3 a 0. A vitória contra o Burnley, que é o vice-lanterna, não acalmou muito os ânimos.

O Liverpool já tem 12 pontos, o City tem 10 e o United tem seis, ou seja, é perfeitamente reversível ainda, mas com Mourinho sendo Mourinho e um elenco que parece estagnado, é difícil pensar que este ano será proveitoso. E dá para notar isso nas cotações das casas de apostas. Se você ainda confia no United, saiba que na Betfair o valor para ser campeão inglês está em 41 para 1, um número altíssimo. Para efeito de comparação, o Liverpool paga 3,5 para 1.

Atlético de Madrid patina no fraco espanhol

Diego Costa Atlético de Madrid
O começo na La Liga do Atletico de Madrid não é nada bom

O Campeonato Espanhol é conhecido pelo desequilíbrio, mas nesta temporada ele parece ainda maior porque os times abaixo do trio Real Madrid, Barcelona e Atlético de Madrid não parecem apresentar grandes coisas.

Aqui vale falar que é injusto falar que a Espanha só tem dois clubes, visto o sucesso de times como Sevilla e Athletic de Bilbao na Liga Europa e a potência que o Atlético de Madrid mostrou nos últimos anos na Champions League.

Mas para esta temporada, que deveria ser a da estabilização no topo, o Atlético não começou bem.

O time manteve Antoine Griezmann, campeão do mundo e que estava na mira do Barcelona, e trouxe Thomas Lemar do Monaco por 70 milhões de euros. Mas isso não impediu o péssimo começo na Liga Espanhola, o pior desde que Simeone assumiu o comando da equipe.

A derrota por 2 a 0 para o Celta de Vigo no fim de semana foi feia e o time tem cinco chutes a gol nos três primeiros jogos. A defesa não está sólida como de costume, levando mais gols que o normal. Até na incrível vitória a Supercopa da Europa contra o Real Madrid, a equipe levou sufoco lá atrás. Assim fica difícil.

A Inter de Milão já vê a Juventus na frente

Mauro Icardi Inter de Milão
A Inter de Milão, de Mauro Icardi, precisa fazer mais para ter uma temporada 2018/19 positiva

A situação já ficou melhor com um 3 a 0 fora de casa contra o Bologna. Mas antes a Inter de Milão não tinha vencido seus dois primeiros jogos. E a Juventus, mesmo com Cristiano Ronaldo ainda surpreendentemente zerado em gols, está 100%.

O time não conseguiu concretizar seu principal sonho, que era trazer Luka Modric. Mas mesmo assim a equipe se posicionou para fazer mais barulho. Mas com quatro pontos e a Juventus já à frente por cinco pontos e no mesmo grupo de Barcelona e Tottenham na Champions League, nada vai ser fácil para a equipe de Milão.