Sorteio da Champions League reserva dois grupos da morte

59
sorteio champions league

Se as competições nacionais na Europa muitas vezes não tem lá tanta graça, a Champions League é sempre um divertimento para quem gosta de futebol. E o sorteio desta quinta-feira, realizado em Mônaco, criou dois grupos da morte que ninguém pode botar defeito e um outro que você pode até discordar se é da morte.

Eu não acho tanto. Não atire pedras ainda, vou argumentar.

O Grupo C será Censa… Sensacional

O PSG do trio Neymar, Cavani e Mbappé teve vida dura na Champions League passada, pegando o Bayern de Munique na fase de grupos e o Real Madrid logo nas oitavas, para quem foi eliminado.

Para 2018/19, mais vida dura ainda. O time encarará o Liverpool, vice da última edição, já nesta fase inicial. É difícil pensar em favorito, já que os franceses têm mais talento, mas os ingleses contam com um time mais pronto, que se reforçou muito bem e um treinador com um trabalho sólido de mais de dois anos. No PSG, Thomas Tuchel acabou de chegar.

Para ser um grupo da morte sempre precisa ter um terceiro time e este é o Napoli. Vice-campeão italiano, a equipe tem seguidas campanhas na Champions League nos últimos anos e Carlo Ancelotti no comando da equipe. Um detalhe: Ancelotti tem três Champions no currículo, duas pelo Milan e uma pelo Real Madrid. O Estrela Vermelha da Sérvia também tem uma Champions no currículo, vencida em 1991. Mas nesta edição o bi com certeza não virá.

O Grupo B você não tem como negar

Kaká deu aquela secada boa e colocou o Barcelona, maior rival de um de seus ex-times, em um Grupo da Morte

O Barcelona, cabeça de chave por ser o campeão espanhol, pegou o Tottenham da Inglaterra, a Inter de Milão da Itália e o PSV Eindhoven da Holanda. Aqui estamos falando de um grupo da morte mesmo. O Barça é o favorito, pagando 1,57 para 1 na Betfair para conquistar o Grupo, mas vamos aos times para você ver que não será fácil.

Começando pelo Tottenham, a equipe é uma das mais talentosas da Inglaterra, contando com o artilheiro da Copa do Mundo, Harry Kane, como sua referência técnica. Na última Champions League a equipe deixou o Real Madrid em segundo no seu grupo, sem perder um jogo sequer. O time caiu nas oitavas em um duelo parelho contra a Juventus.

Já a Inter de Milão volta à competição com um time inferior àquele que eliminou o Barcelona nas semifinais em 2009/10 e venceu a Champions League. Mas não dá para negar a dificuldade de jogar no Giuseppe Meazza. Já o pobre PSV, campeão de seu país, não vai ter nem como sonhar com uma passagem para as oitavas.

Aqui você decide comigo

Três vezes campeão da Champions League, Cristiano Ronaldo decidiu sair de Madrid e tentar dar um título para a Juventus, uma equipe que perdeu as cinco últimas finais continentais que disputou e tem dois títulos e impressionantes sete vices.

E logo de cara, o português irá enfrentar a equipe que o alavancou no cenário mundial, o Manchester United, onde ganhou seu primeiro título de Champions. E mais, treinado por José Mourinho, seu compatriota e treinador no Real Madrid.

Mas aqui a regra do terceiro time não se aplica tanto. O Valencia teve dois vices no começo do século, mas há anos não assusta no cenário continental e até na Espanha. O Young Boys da Suíça também não é um grande rival. Mas o Grupo H será demais.

Outros grupos

Atual tricampeão, o Real Madrid não terá tantas dificuldades. O time espanhol lidera o Grupo G, que tem a Roma, CSKA Moscou e o Viktoria Pilzen da República Tcheca. Candidato ao título – na Betfair a cotação é a mais baixa, 5,5 para 1 – o Manchester City de Pep Guardiola terá o Lyon, Hoffenheim e Shaktar Donetsk em seu grupo.

Já o Bayern de Munique, outro candidato, pega Benfica, Ajax e AEK Atenas. Para completar, o Grupo A terá o sempre chato Atlético de Madrid enfrentando o Borussia Dortmund, Brugge da Bélgica e Monaco e o Grupo D é o menos interessante: Lokomotiv de Moscou, Schalke 04, Porto e Galatasaray.