Unai Emery e Maurizio Sarri começam vida na Inglaterra em situações bem diferentes

117
Maurizio Sarri Chelsea

O início da Premier League está logo aí e os rivais de Londres, Arsenal e Chelsea, terão na temporada 2018/19 caras novas em seus bancos. Essa estreia conjunta e o fato de Unai Emery e Maurizio Sarri tiveram grande sucesso em forças intermediárias na Europa é basicamente o único que os une.

Vamos então ao que os diferencia e o que os torcedores dos gunners e blues podem esperar de seus novos treinadores.

O Arsenal tem novo treinador depois de 22 anos

Unai Emery
Emery vai tentar dar uma nova cara ao Arsenal, apostando em um time mais enérgico em campo

Unai Emery vai substituir um dos treinadores mais longevos da história do futebol. Arsene Wenger ficou 22 anos no comando do clube inglês, com conquistas memoráveis como a Premier League invicta em 2003/04. Só que os últimos anos foram de campanhas ruins, decisões questionáveis ao contratar e a ascensão de clubes como o Chelsea e Manchester City. Wenger foi convidado a deixar o Arsenal quando ficou claro que novos ares seriam bons para todos os lados.

O começo com Emery deve ser modesto, já que o time não foi dos principais players na janela. O time irá com o que tem, confiando que Mesut Ozil se recupere após uma Copa traumática com a Alemanha e sua posterior recusa em jogar pela seleção. Pierre-Emerick Aubameyang será, sem dúvidas, a esperança de gols.

O treinador espanhol já prometeu mais entrega de sua equipe e poderá montar um time mais parecido com seu Sevilla, três vezes campeão da Europa League, que com o Paris St. Germain estrelado que ele comandou por duas temporadas. Na França, Emery ganhou cinco troféus nacionais, mas falhou duas vezes na Champions League, o que acabou causando sua saída.

Ou seja, diferentemente de Sarri, ele já tem experiência com o holofote e pode ter aprendido valiosas lições, especialmente lidando com estrelas. O Arsenal não tem nenhum Neymar, mas pode apresentar desafios já que o time não está com a melhor imagem perante a torcida.

Porém, se apresentar mais vontade ao entrar em campo em comparação com a letargia exibida nos últimos dias da era Wenger, o trabalho de voltar a ser grande na Inglaterra pode contar com o apoio de quem comparecer no Emirates Stadium. Emery deve ter espaço para testar e crescer junto com seu elenco. O Arsenal campeão da Premier League paga 26 para 1.

O moedor de treinadores no Chelsea possibilitou a chegada de Sarri

Maurizio Sarri Chelsea
Sarri ainda não sabe com quem pode contar para a temporada. E a Premier League já está aí

A era Roman Abramovich no Chelsea é obviamente vitoriosa, mas é preocupante saber que mesmo na sua melhor fase na história, disparado, o time tenha passado por 14 treinadores, contando interinos, em 14 anos.

Maurizio Sarri com certeza é o mais curioso deles. O italiano de 59 anos passou quase uma década batalhando nas divisões inferiores do futebol italiano até ter sua chance em clube grande no Napoli. Lá ele não conseguiu acabar com o império da Juventus, mas foi quase, ficando em 2º na Serie A em 2017/18. Tudo isso com um time de disciplina tática quase militar e fumando um cigarro atrás do outro à beira do gramado.

Sua tarefa no Chelsea será bastante complicada, já que seu antecessor, Antonio Conte, foi bem-sucedido mas também deixou um elenco claramente com as emoções à flor da pele. Os brasileiros Willian – que pode sair a qualquer momento – e David Luiz já disseram que era difícil lidar com o antecessor, também italiano. E o goleiro belga Thibaut Courtois já chegou para Sarri pedindo para sair, segundo fontes.

Não se sabe também se Eden Hazard estará no clube por muito tempo. Aliás, ele mal treinou com Sarri por ter suas férias prolongadas após a boa campanha de sua seleção na Copa do Mundo. O mesmo se aplica para os franceses N’Golo Kante e Olivier Giroud e os ingleses Gary Cahill e Ruben Loftus-Cheek.

Ou seja, o italiano, que tem treinamentos diferenciados e é conhecido como o homem das 33 táticas, por planejar nos mínimos detalhes as mais diferentes jogadas, não teve tempo para treinar e conta com um elenco cheio de atletas descontentes. Normal esperar um começo penoso para o Chelsea – a odd para o time vencer a liga é 13 para 1 – , que precisa ter paciência para não passar pelo seu moedor de treinadores mais um deles.