Os 4 grandes estão no mata-mata do Paulista. Agora tudo começa de novo

49
Corinthians-campeonato-paulista

Os duelos já estão fechados, faltando decidir os horários e dias. E por mais que muitos desdenhem, ninguém quer perder para os grandes rivais e ser eliminado no Campeonato Paulista.

No fim, os quatro grandes classificaram, com Palmeiras e Corinthians como líderes dos seus grupos e Santos e São Paulo na segunda posição. Ituano e Red Bull Brasil fizeram grandes campanhas, mas agora o buraco é mais embaixo. Vamos à análise de todos os confrontos.

Novorizontino x Palmeiras

O Palmeiras conquistou a segunda colocação geral na última rodada e a primeira posição de seu grupo também no jogo final, vitória contra a Ponte Preta. O futebol apresentado variou de mais ou menos para apenas bom. Mas o que importa é ter chegado até aqui.

E o rival é o mais fraco dos 4. O Novorizontino teve 20 pontos, com cinco vitórias, quatro delas por 1 a 0 e uma por 2 a 1. Entre esses triunfos, estão um contra o Santos na penúltima rodada, com o alvinegro desinteressado e uma contra o Corinthians no auge do futebol sem inspiração do Corinthians.

Não estou dizendo que vitórias assim deveriam valer dois pontos, calma. Só que o time não é nada demais, com o pior saldo entre os classificados (um gol) e uma derrota feia para o São Paulo por 3 a 0, algo que é um feito quase.

Por isso o Palmeiras não deve ter problemas contra o time do interior, mesmo jogando fora de casa na primeira partida. O time de Novo Horizonte já chegou longe demais.

Ida no sábado, às 17h. Volta em São Paulo na terça-feira, 21h.

(sábado): 19h30: Santos x Red Bull Brasil 24/3 (domingo): 16h: São Paulo x Ituano 24/3 (domingo): Ferroviária x Corinthians Jogos de volta 26/3 (terça-feira): 20h: Red Bull Brasil x Santos 27/3 (quarta-feira): 19h15: Ituano x São Paulo 27/3 (quarta-feira): 21h30: Corinthians x Ferroviária… – Veja mais em https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2019/03/21/fpf-divulga-datas-e-horarios-dos-jogos-das-quartas-de-final-do-paulista.htm?cmpid=copiaecola

Santos x Red Bull

santos
O Santos não está jogando bem recentemente. E vai ter o melhor rival nas quartas

Este é o melhor duelo das quartas de final, disparado. Primeiro porque o time de Jorge Sampaoli deixa jogar e isso se viu nas goleadas sofridas para Ituano (5 a 1) e Botafogo-SP (4 a 0 com o time reserva).

E o Red Bull sabe jogar, tanto que teve a melhor campanha da fase de grupos, com apenas uma derrota em 12 jogos (Mirassol na segunda rodada). O time empatou com o Palmeiras na estreia, fez 2 a 0 no Corinthians em Itaquera e desde que começou com empate, derrota, empate, venceu oito e empatou apenas uma partida.

O Santos ainda vai jogar a primeira em casa e sem Derlis Gonzalez, Cueva e Soteldo, com suas seleções. É bom Rodrygo, Carlos Sanchez, Diego Pituca e companhia acordarem, se não ficam pelo caminho já nas quartas.

Ida no sábado, 19h30. Volta na terça, 20h30

São Paulo x Ituano

O Ituano foi o primeiro de seu grupo, deixando o São Paulo em segundo e com méritos. Seu auge foi na goleada contra o Santos e Gabriel Martinelli, de apenas 17 anos, já despertou o desejo de clubes do Brasil e exterior.

E o time ainda teve a sorte de ter o São Paulo em péssima fase em seu grupo. Não há um único jogador atuando bem de forma consistente. Hernanes está descartado para os dois jogos, Vagner Mancini não consegue vencer e tem crise no vestiário, na diretoria e com a torcida.

A maior possibilidade de queda de grande está aqui. Disparado. Ainda mais porque o Ituano joga bem e faz  a segunda partida no Novelli Junior.

Ida no domingo, 16h. Volta na quarta, 19h15.

Ferroviária x Corinthians

A tradicional Ferroviária fez campanha para orgulhar sua torcida. Se não foi dominante, vencendo apenas quatro jogos, conseguiu apenas perder dois jogos: para o Santos por apenas 1 a 0 na estreia e para o Red Bull. O time empatou com São Paulo e Palmeiras.

Só que o Corinthians vive seu melhor momento. O time embalou desde o clássico com o Santos e deve ter a volta de Gustagol e um time mais entrosado especialmente no meio. Jadson voltou, Junior Urso dominou a posição. Ainda teve a reviravolta do criticadíssimo Danilo Avelar, que agora virou artilheiro mesmo continuando na lateral esquerda.

Há chance de surpresa, mas a Ferroviária terá uma tarefa muito árdua contra Fabio Carille, que em duas edições de Paulistão, levou o troféu em ambas.

Ida no domingo, 19h. Volta na quarta-feira, 21h30.

Comentários do Facebook