Uma semana para a final: como assistir, quem vai jogar e em quem apostar

656
Ronaldo liga dos campeoes

A final da Liga dos Campeões é o ápice da temporada europeia. O caminho para Kiev trouxe duas das mais tradicionais camisas para disputar o troféu de melhor time do continente. De um lado, o Real Madrid, seus 12 títulos, dois de forma consecutiva e tentando a quarta conquista em cinco anos. Do outro lado o Liverpool com cinco troféus, de volta à uma final depois de onze anos e o último time a conseguir vencer uma final contra o Real Madrid na Europa (em 1981).

A final poderá ser vista no Brasil com várias opções diferentes. O Esporte Interativo, que faz ampla cobertura do torneio na TV fechada, irá enviar sua equipe completa com mais de 10 profissionais para Kiev, afim de não perder nenhum detalhe do grande jogo. Globo e Bandeirantes também exibirão a partida, que também poderá ser vista no cinema. A Globo terá uma transmissão especial para as 180 salas que exibirão o confronto em 23 estados diferentes.

Para este jogo, o Liverpool corre contra o tempo para recuperar jogadores, mas terá desfalques importantes, enquanto o Real Madrid aproveita os momentos finais da temporada apenas para aprimorar a forma e recarregar baterias.

Salah e Klopp
Jurgen Klopp tem quatro jogadores machucados e conta com a fase de Salah para vencer o Real Madrid

O campeonato inglês terminou há uma semana e Jurgen Klopp tem atualmente quatro jogadores entregues ao departamento médico. O zagueiro Matip, o lateral direito Joe Gomez e o meia Alex Oxlade-Chamberlain não vão se recuperar a tempo de enfrentar o Real. Quem tem chances é o alemão Emre Can que tem um problema nas costas, mas está correndo contra o tempo para conseguir atuar no final de semana que vem.

O Real Madrid vive situação distinta. Nacho e Isco, que não jogaram a semifinal contra o Bayern, já retornaram à equipe e Isco fez um golaço na goleada por 6 a 0 sobre o Celta na semana passada. Dani Carvajal, que se machucou na partida de ida contra o Bayern de Munique também voltou a treinar e a tendência é que esteja pronto para atuar 90 minutos em Kiev. O alarme mais forte que se ouviu em Madrid, no entanto, foi o de Cristiano Ronaldo. O português teve que deixar o jogo contra o Barcelona no intervalo por uma torção no tornozelo direito, mas também se reincorporou ao grupo e não perderá a decisão. Zidane poderá contar com todos os jogadores e escolher o 11 perfeito para a final.

Ronaldo x barcelona
Cristiano Ronaldo marcou contra o Barcelona, seu último jogo antes da final

A dúvida de Zidane é justamente quem escolher. Gareth Bale marcou contra o Barcelona e teve uma atuação de gala contra o Celta. Karim Benzema marcou os dois gols no Santiago Bernabéu diante o Bayern de Munique. No entanto, ambos ficaram no banco de reservas na partida na Alemanha para que Isco e Lucas Vazquez jogassem de início. Além disso, Marco Asensio também mostrou ser decisivo em vários momentos.

Pelas opções que têm o técnico Zidane e pela experiência do Real Madrid em finais recentes, o time espanhol aparece como favorito diante dos ingleses. O Liverpool precisa se recuperar fisicamente de uma temporada desgastante e os desfalques são importantes, sobretudo na defesa que sofreu seis gols da Roma. Klopp levou seus comandados para Marbella em um período de treinos intensivos pensando apenas nos 90 minutos (e talvez mais 30) de Kiev.

O Real Madrid é o favorito em um confronto com os dois melhores ataques do torneio: 40 gols pelo lado inglês e 30 do lado espanhol. Ou seja, pode-se imaginar também um confronto de muitos gols e com boa chance dos protagonistas Cristiano Ronaldo (artilheiro do torneio com 15 gols) e Mohamed Salah (11 na Liga dos Campeões e 44 na temporada) aparecerem para impulsionar suas equipes. Um grande jogo com 17 títulos da Champions League sobre a mesa e mais um em disputa.