Top 10: os jogadores sul-americanos mais valiosos do mundo

Nosso top 10 dessa semana é um pouco diferente, e por isso mesmo bem interessante. Ao invés de falar sobre atletas dentro de campo, vamos falar sobre como o desempenho e a fase de cada um os levaram ao valor de mercado que cada um possui agora!

Usando o Transfermarkt, site de negociação de futebol mais importante do mundo, não seremos nós que vamos situar a posição de cada jogador no ranking, e sim eles mesmos e o mercado da bola em si.

Nossa matéria fala apenas de jogadores sul-americanos, mas no final das contas só três nações entraram: Argentina, Brasil e Uruguai. A seguir, então: os jogadores sul-americanos mais valiosos do mundo!

10. Ederson (Brasil/Manchester City – €70m)

Bicampeão com o Manchester City em duas temporadas, Ederson deve continuar rei no gol do atual campeão inglês por um bom tempo

Nosso décimo lugar é ocupado pelo goleiro brasileiro Ederson, atual campeão inglês com o Manchester City. Com apenas 25 anos, o goleiro brasileiro já é o quarto jogador mais valioso do mundo na sua posição (e mais jovem entre os cinco primeiros).

 O grande “boom” do goleiro veio quando, ainda em Portugal, ele ajudou o Benfica a conquistar o inédito tetracampeonato português na temporada 2016-17. Ao fim da temporada, como não poderia ser diferente, ele foi para um dos gigante milionários da Europa – no caso, o Manchester City, e foi com os Citizens que a glória se fez definitiva.

Arqueiro do time inglês desde 2017, Alisson já é bicampeão da Premier League e ganhou lugar garantido na Seleção Brasileira (embora ainda seja reserva). Ainda jovem e em plena forma, é bem possível vermos o valor de Ederson indo ainda além dos 70 milhões de euros de hoje, principalmente se o City for bem na próxima UEFA Champions League.

9. José Giménez (Uruguai/Atlético de Madrid – €70m)

Giménez deve ter cada vez mais destaque no Atlético de Madrid, principalmente agora que se tornou o principal zagueiro do time com a saída de Godín para a Inter de Milão

O único uruguaio da nossa lista está em plena ascensão e já se tornou parte essencial do Atlético de Madrid, clube no qual joga desde 2013, quando tinha apenas 18 anos. O camisa 2 dos Colchoneros, aliás, é o único zagueiro da nossa lista, o mais valioso da América do Sul e quinto mais valiosos do mundo.

Campeão da Liga Europa com o time de Madrid em 2017-18, Giménez é parte de um elenco estrelado e poderoso, que deve vir forte para brigar por coisas grandes na Espanha e na Europa de maneira geral mais uma vez.

O valor de Giménez disparou em tempos recentes, tendo passado de 30 milhões de euros para 70 milhões de euros em apenas dois anos. Com a carreira praticamente toda construída no Atlético, o uruguaio tem tudo para se tornar ainda mais essencial agora que Diego Godín foi embora e pode até almejar se tornar o novo dono da zaga e talvez capitão Colchonero em breve.

8. Arthur (Brasil/Barcelona – €70m)

Arthur tem apenas um aninho de Barcelona e já virou parte integral tanto do time quanto da Seleção Brasileira de Tite

Acabou de completar um ano que Arthur trocou o Grêmio pelo Barcelona e o valor do volante brasileiro já mais do que dobrou: passou de 30 milhões de euros em julho de 2018 para 70 milhões de euros agora, em julho de 2019. Tá bom ou quer mais?

Entre todos os meias-centrais do mundo, o atleta do Barça já ocupa a sexta posição de mais valioso e fica em primeiro de todos quando comparado apenas com sul-americanos da sua posição. Foi assim que o jogador se tornou essencial não apenas no Barcelona, mas também titular absoluto da Seleção Brasileira, campeão da Copa América em 2019 inclusive.

Com o Barcelona, Arthur já se provou e virou queridinho do técnico Ernesto Valverde, tendo vencido o Campeonato Espanhol em sua primeira temporada por lá. Com apenas 22 anos, a tendência é ver aquele número de 70 milhões subindo cada vez mais alto.

7. Mauro Icardi (Argentina/Inter de Milão – €80m)

A última temporada de Icardi viu uma certa queda de rendimento, mas o atacante argentino continua entre os mais valiosos de seu país e do Campeonato Italiano

Em nossa sétima posição está um dos poucos atletas da lista que não se encontra exatamente em ascensão no mercado financeiro. O argentino Mauro Icardi, atacante da Inter de Milão, viveu seu momento de maior valorização em dezembro de 2018, quando atingiu a marca de 100 milhões de euros.

Icardi agora vale 80 milhões, um número ainda impressionante e que faz dele o terceiro jogador mais valioso de todo o Campeonato Italiano e quarto entre os chamados atacantes “ponta-de-lança” ou “Striker” como dizem os ingleses – basicamente um 9 clássico.

Dono do ataque da Inter de Milão desde 2014, Icardi é cobiçado por muita gente na Europa, mas não deve sair dos Nerazzurri tão cedo, onde é artilheiro isolado há cinco temporadas consecutivas (sem contar aí duas artilharias da Serie A italiana no caminho).

6. Roberto Firmino (Brasil/Liverpool – €80m)

Firmino se tornou um dos grandes responsáveis pela nova era de ouro que o Liverpool tem vivido sob o comando de Jürgen Klopp

Desde que deixou o Hoffenheim e foi jogar no Liverpool, lá em 2015, a carreira de Roberto Firmino deu uma guinada espetacular para cima, e o valor de mercado acompanhou devidamente, principalmente quando o Liverpool chegou na final da Liga dos Campeões de 2017-18.

Em uma questão de meses, o valor de Firmino passou de 50 milhões de euros a 80 milhões de euros, o que faz dele o quarto atacante mais valioso do mundo (empatado com Icardi). Entre todos os brasileiros, o atacante é o terceiro (atrás de dois e empatado com o próximo da nossa lista).

A grande ambição do camisa 9 dos Reds é a mesma do resto do seu time: conquistar uma Premier League, feito que o clube não atinge desde 1990 – antes de o jogador sequer ter nascido.

Desde que chegou no time inglês, em 2015, o brasileiro foi se tornando gradativamente mais importante, e agora é parte essencial de um dos melhores ataques do mundo, composto por ele, Mané e Salah. É de dar inveja a qualquer clube.

5. Alisson Becker (Brasil/Liverpool – €80m)

Melhor goleiro do Brasil e herói no Liverpool com apenas uma temporada, Alisson parece ter uma carreira ainda mais brilhante a frente de si

Não precisamos sequer trocar de clube para falar do quinto colocado da nossa lista, o goleiro Alisson Becker, companheiro de Firmino no Liverpool e, atualmente, goleiro brasileiro mais valioso do mundo com sua cifra de 80 milhões de euros.

Alisson chegou aos Reds no começo da temporada passada (2018-19) para sanar o problema histórico que o time vinha tendo com seus goleiros há muitos anos, mas que ficou especialmente evidente depois do papelão protagonizado por Karius na final da UEFA Champions League contra o Real Madrid.

Dito e feito, a contratação cirúrgica de Alisson junto à Roma foi essencial para que os Reds faturassem a tão almejada Champions e, além disso, fizesse uma Premier League espetacular, com o título escapando por detalhes (de consolação, foi o melhor vice-campeonato de todos os tempos).

Alisson, que já era caríssimo quando jogador da Roma, passou de 60 milhões de euros para 80 milhões de euros em pouco mais de um ano e só tende a subir, agora que seu clube é campeão europeu e sua Seleção é campeã da Copa América.

4. Paulo Dybala (Argentina/Juventus – €85m)

Segundo argentino mais caro do mundo, Dybala só fica em segundo plano na Juventus por conta da monstruosidade em forma de jogador que é Cristiano Ronaldo

Companheiro de Cristiano Ronaldo na Juventus, Dybala é o segundo atleta mais valioso da Velha Senhora (atrás apenas do português, que está com a cifra de 90 milhões de euros, mesmo aos 34 anos.

Assim como aconteceu com Icardi, os últimos meses da temporada passada custaram um pouco do valor ao jogador, que caiu de 110 milhões de euros para “apenas” 85 milhões. Isso significa, na prática, que Dybala é o segundo argentino mais valioso do mundo (quer adivinhar quem é o primeiro?).

Dybala chegou do Palermo na temporada 2015-16 e não passou um ano desde então sem ser campeão italiano com a Juventus. De bônus, ainda vieram duas artilharias do time, posto perdido apenas para CR7 agora em 2018-19. Talvez enquanto o gigante português fizer sombra no argentino de 25 anos, o valor de mercado continue meio desanimado.

3. Phillippe Coutinho (Brasil/Barcelona – €90m)

Embora ninguém tenha falado nada muito concreto até agora, é difícil imaginar Coutinho continuando no Barça sem ser titular e valendo cada vez menos no mercado da bola

Assim como acontece com o quarto lugar, nossa medalha de bronze vai para um jogador que não vive exatamente a fase dos sonhos, mas ainda assim, vale muito dinheiro no mercado da bola: Coutinho, o segundo brasileiro mais valioso do mundo no momento.

Em janeiro de 2018, o jogador brasileiro se tornou protagonista da segunda negociação mais cara do mundo quando deixou o Liverpool e assinou com o Barcelona. Já ficou claro para todo mundo e para o próprio jogador, porém, que deixar os Red para trás, e ainda por cima queimado com o clube e a torcida, não foi a melhor das decisões.

O começo arrasador pareceu disfarçar o erro, mas logo ficou claro que Coutinho havia cometido um erro, e o mercado nessas horas não perdoa. Depois de atingir um auge de 150 milhões de euros de valor de mercado, o ponta-esquerda brasileiro agora está valendo 90 milhões de euros e tende a cair ainda mais se as previsões dentro e fora de campo se confirmarem na temporada que começa logo, logo.

Rumores sobre transferência nos últimos tempos já viraram rotina para o jogador, que deve perder ainda mais espaço com a chegada de Griezmann ao Barcelona. Se ainda por cima Neymar voltar para o time catalão, Phillippe Coutinho pode fazer as malas ou se preparar para uma longa temporada esquentando o banco (e vendo sua cifra cair vertiginosamente).

2. Lionel Messi (Argentina/Barcelona – €150m)

Aos 32 anos, Messi é uma verdadeira lenda viva, da qual as pessoas vão falar pelos próximos 50 anos ou mais. Dispensa apresentações

A medalha de prata da nossa lista de sul-americanos mais valiosos do mundo vai para aquele que continua sendo, pelo menos para a maioria dos torcedores, jornalistas e afins, o melhor do mundo na atualidade e lenda viva do futebol: Lionel Messi.

Aos 32 anos, o argentino é de longe o mais velho da nossa lista, o que prova que, também para o mercado da bola, é um ponto (muito) fora da curva em qualidade. Mesmo na parte final da sua carreira, o melhor do mundo ainda vale a bagatela de 150 milhões de euros e é o jogador mais valioso nas seguintes categorias individuais: entre todos os argentinos, do Barcelona, do Campeonato Espanhol e entre todos os pontas-direitas.

Claro que o auge físico já passou, e por isso o capitão do Barcelona não vale mais os 180 milhões que atingiu no início de 2018, aos 30 anos, mas ainda assim, o argentino é o terceiro jogador mais valioso do mundo (empatado com Harry Kane, Salah e Hazard), atrás apenas de Neymar e Mbappé.

Peça vital no Barcelona multicampeão de tudo que você pode imaginar e sem prazo para sair, só o que falta ao camisa 10 é um título relevante com a Argentina, mas isso talvez seja querer demais depois de mais de 10 anos carregando sua seleção nas costas.

1. Neymar Jr. (Brasil/PSG – €180m)

A lua de mel com o PSG parece ter ficado para trás, e agora o divórcio parece o caminho mais provável para Neymar Jr. atleta sul-americano mais valioso do mundo

E a medalha de ouro de jogadores sul-americanos mais valiosos do mundo do momento vai, para a surpresa de ninguém, para Neymar Jr., do Brasil!

Diferente de Messi (pela idade) e de Coutinho (pela fase medíocre), Neymar não perdeu valor de mercado até hoje, mesmo já não sendo tão jovem e sem viver o auge da glória com o PSG. Aliás, o momento da relação atleta-clube não é dos melhores, como todo mundo sabe, e é provável que estejamos vendo os últimos dias do camisa 10 brasileiro em Paris.

Neymar saiu do Santos para o Barcelona valendo 50 milhões de euros, depois saiu do Barça para o PSG valendo 100 milhões de euros e agora, após duas temporadas inteiras no time da capital francesa, vale 180 milhões de euros – disparado o brasileiro mais caro, e também atacante e ponta-esquerda mais caro do mundo mas, por incrível que pareça, segundo lugar não só no Campeonato Francês, mas também dentro do próprio PSG.

O primeiro posto nesse quesito é do francês Mbappé que, aos 20 anos, já vale 200 milhões de euros e é oficialmente o atleta mais valioso do mundo. Não é preciso ser entendido em futebol para saber que o jovem-sensação do PSG ameaça e muito roubar os holofotes de Neymar, e isso é só mais lenha na fogueira dos rumores de transferência.

O fato de ter ficado de fora da Seleção Brasileira (por lesão e polêmica combinadas) justamente quando o Brasil saiu campeão da Copa América também não ajuda muito no quesito moral para o atacante.

Agora que gente como Hazard e Griezmann já fecharam suas respectivas negociações, rumores sobre Neymar Jr. devem ser ainda mais abundantes, e é provável ver o brasileiro trocando de ares antes de a temporada começar para valer, o que rola daqui a pouco mais de duas semanas.

Resta ver se o que o futuro guarda para o melhor brasileiro do mundo no momento vai ajudá-lo a alcançar o patamar de mito do futebol que ele almeja desde que despontou no Santos.

Comentários do Facebook