O Real Madrid tenta juntar os cacos após demitir Julen Lopetegui

4
julen lopetegui real madrid

Quatro meses depois de ser apontado como o substituto de Zinedine Zidane, Julen Lopetegui não é mais o técnico do Real Madrid. O desempenho do ex-goleiro de 52 anos à frente dos merengues foi desastroso a ponto de garantir o pior início de campanha do time desde a temporada 2001/02.

A surra de 5×1 aplicada pelo arquirrival Barcelona foi a gota d’água e causou a demissão do técnico espanhol, que viu seu time estacionar na nona posição do campeonato espanhol com quatro vitórias, dois empates e duas derrotas, além do saldo de gols zerado.

O que causou a crise em Madrid

O primeiro e mais óbvio motivo é um só: a venda do craque do time melhor do mundo Cristiano Ronaldo para a Juventus no fim da temporada passada. Além de ter perdido o ídolo português, o Real Madrid não trouxe nenhum nome de peso para substituir o camisa 7.

Apesar da chegada do brasileiro Vinícius Júnior, vindo do Flamengo, e do goleiro Thibaut Courtois, contratado junto ao Chelsea (ING), o mercado de transferências foi relativamente devagar para os merengues – e certamente não reequilibrou o elenco depois da perda do seu principal jogador. O sonho de consumo dos madrilenhos, o belga Eden Hazard, também do Chelsea, não se realizou.

A saída de Zidane depois de uma temporada vitoriosa também foi sentida. O francês, que conquistou a UEFA Champions League em cima do Liverpool no final da última temporada e outros oito títulos em sua brilhante passagem por Madrid como técnico, deixou o cargo e um vácuo difícil de ser preenchido.

O momento dos merengues na temporada

A temporada não vai bem para o Real Madrid. Além do nono lugar no campeonato espanhol, o desempenho na UEFA Champions League também tem sido abaixo do esperado. Líder do seu grupo, os merengues conquistaram 6 pontos em três jogos e tem a mesma pontuação que a Roma – à frente dos italianos apenas por causa de confronto direto.

Em um grupo relativamente fácil, completado por Viktoria Plzeň e CSKA Moscou (pelo qual foi derrotado), o Real pode se complicar se não melhorar o desempenho em campo nos jogos que restam.

Além da humilhação perante o Barça no Camp Nou no último domingo (28), o Real acumula derrotas perante Sevilla, Alavés e Levante (este último dento do Santiago Bernabéu) pelo campeonato espanhol. O time fez 14 gols e sofreu também 14, o que o coloca como sétima pior defesa do campeonato.

O que herda Santiago Solari

Santiago Solari Real Madrid
Ex-jogador do Real Madrid, Solari vai tentar domar o vestiário antes do próximo treinador chegar

O técnico interino é o argentino Santiago Solari, que trabalha nas categorias de base do Real Madrid desde 2013. O que o novo treinador recebe de Lopetegui é um time em crise, que vem de um empate e quatro derrotas consecutivas.

Solari já deixou claro que não está preocupado com sua continuidade ou não à frente do Real Madrid: “Tenho muita vontade e uma grande satisfação. Trabalhar no Real Madrid é uma grande oportunidade, um trabalho maravilhoso em qualquer lugar da instituição”, disse o argentino em entrevista coletiva.

Entre os nomes cotados para substituir Solari, o mais forte é o do italiano Antonio Conte, ex-Chelsea. Apesar disso, declarações do capitão Sergio Ramos sobre a necessidade de um treinador conciliador podem afastar o italiano do Santiago Bernabéu. Embora responsável por muito sucesso no Chelsea, Conte ficou conhecido como um rachador de elencos.

O goleiro Courtois já deixou escapar que um dos motivos para sua saída do clube inglês foi um relacionamento ruim com o técnico italiano. Hazard, por sua vez, só decidiu permanecer em Londres depois da confirmação da saída do italiano do comando do time.

Independente de quanto tempo o técnico interino ficar no comando, uma mudança é necessária e esperada para as próximas partidas. A contratação de Courtois não impediu o time de sofrer gols em 10 dos 14 jogos que fez na temporada até agora.

Nesta quarta (31), o Real encara o pequenino Melilla fora de casa pela Copa do Rei e precisa vencer para recuperar a moral dos jogadores e dar alguma esperança aos torcedores. Na Betfair a vitória do Real Madrid por mais de três gols paga apenas 4 para 1.