Chelsea x Tottenham movimentando a rodada de meio de semana da Premier League

23

O Campeonato Inglês é um dos mais legais do mundo de se acompanhar, entre outras razões, pela simples qualidade dos times que o disputam em si só. Afinal de contas, a Inglaterra é o único lugar do mundo onde pelo menos seis clubes de ponta (e às vezes um eventual e bem-vindo intruso) disputam o torneio nacional praticamente todas as temporadas.

Jogos de meio de semana não são exatamente o xodó dos fãs de esporte, que em sua maioria estão ocupados com estudos ou trabalho numa quarta-feira às 17h. De todo modo, a quantidade enorme de competições das quais os times ingleses participam (Liga dos Campeões, Europa League, Copa da Inglaterra, Copa da Liga Inglesa e a própria Premier League) força a Federação Inglesa a fazer partidas em outras datas que não no final de semana.

Para sorte de quem pode acompanhar ao vivo, este é o caso da atual rodada, a 28ª, que verá, entre outros belos confrontos, o derby londrino entre Chelsea e Tottenham, que acontece logo mais no Stamford Bridge, casa dos Blues.

Chelsea em meio à crise, Tottenham quer voltar ao Top 4

Perder a final para o City em Wembley foi mais um golpe forte que o Chelsea levou essa temporada. Atualmente, o clube amarga apenas a sexta posição na tabela

As últimas semanas têm sido especialmente cruéis com os torcedores do Chelsea. A desventura mais recente envolvendo os Blues foi a derrota perante o Manchester City na final da Copa da Liga Inglesa, jogo que acabou em 0x0 e só foi decidido nos pênaltis.

Perder a partida talvez tivesse sido menos doloroso se não fosse a cena digna de filmes de comédia protagonizada pelo goleiro Kepa Arrizabalaga que, depois de minutos se contorcendo no chão em dor e sofrimento, se recusou a sair de campo para dar lugar ao reserva, provocando chiliques espetaculares do técnico Maurizio Sarri.

Fora ter virado motivo de piada pelo conflito goleiro-técnico (aparentemente resolvido com o camisa 1 sendo multado e provavelmente afastado do derby de logo mais), o Chelsea já vive uma fase lamentável na temporada há algum tempo. É verdade que o clube avançou na Liga Europa, mas foi surrado pelo City no Campeonato Inglês (um 6×0 que não será esquecido tão cedo) e eliminado pelo United da Copa da Inglaterra, fora recentes e igualmente dolorosas derrotas perante Arsenal (2×0) e Bournemouth (4×0!), também na Premier League. Como não poderia ficar mais claro, a coisa está feia para os lados azuis de Londres.

O Tottenham, por sua vez, deu um belo tropicão na última rodada da Premier League, mas não poderia desejar nada além de jogar contra um rival na posição de animal ferido e enfraquecido, como está o Chelsea agora, para tentar se recuperar. A derrota para o Burnley no final de semana foi um choque inesperado para um torcedor que não sabia o que era perder há oito partidas, desde o dia 13 de janeiro, e vencer seu segundo rival mais detestado (perdendo apenas para o também londrino Arsenal) seria a recuperação dos sonhos.

Mais uma vantagem dos Spurs é o retorno do seu melhor jogador e ídolo-mor do elenco atual, Harry Kane, artilheiro do time e vice-artilheiro da Premier League com 15 gols (empatado com Aubameyang e atrás apenas de Salah e Agüero, ambos com 17 tentos). Mesmo recém-saído de uma lesão grave, foi Kane quem marcou o gol de honra do Tottenham contra o Burnley.

kane tottenham
Com Harry Kane de volta, o Tottenham se torna ainda mais perigoso e propenso a fazer gols

A partida acontece no Stamford Bridge, casa do Chelsea, e as odds estão bastante equilibradas. Empates por 0x0 ou 2×2 pagam 10 para 1, mesmo ganho de quem apostar tanto em 2×0 para o Chelsea quanto 1×0 ou 2×1 para o Tottenham. Se os Spurs vencerem fora de casa por 2×0, as odds sobem para 14 para 1.

Os outros grandes ingleses em campo logo mais

Além dos dois londrinos que se enfrentam no Oeste da cidade, todos os outros quatro times do Top 6 da Premier League também entram em campo nesta quarta. Quem abre o dia de bola rolando é o Arsenal, que recebe o imprevisível Bournemouth (o mesmo que espancou o Chelsea por 4×0 há poucas semanas) no Emirates Stadium. 1×0 e 2×0 para os Gunners, bem como empate por 1×1, pagam 8 para 1 em Betfair.

Os outros jogos começam cerca de 15 minutos depois deste primeiro. O novamente líder Liverpool recebe o sétimo colocado no Anfield, o embalado Watford, e precisa ficar atento para não perder pontos preciosos em casa. Os Reds são favoritíssimos, claro, e seu ataque implacável deve funcionar bem contra um time que ataca bem, mas toma muitos gols. 1×0, 2×1 ou 3×0 para o Liverpool pagam todos 7 para 1. Qualquer improvável vitória dos Hornets dá ao apostador 12 para 1.

Quem também joga em casa é o vice-líder Manchester City, que pega o West Ham no Etihad Stadium. Louco para continuar a apenas um pontinho do Liverpool na classificação, o City não deve poupar esforços na hora de ir pra cima dos Hammers. Se o placar for de 2×1 ou 3×1 para os Citizens, o pagamento é de 8 para 1. Embora improvável, qualquer vitória do West Ham paga ótimos 12 para 1.

Por fim, o único dos times do Top 6 que joga fora de casa é o Manchester United, que viaja à Londres para enfrentar o Crystal Palace. As odds aqui são bem mais equilibradas, levando em conta que os Eagles levaram os Red Devils a um empate dramático por 0x0 em Old Trafford no primeiro turno. Betfair paga 8 para 1 por um novo empate sem gols, mesma odd que para vitória de qualquer um dos dois por 1×0. Se o United vencer por 2×0, o pagamento é de 10 para 1.

Comentários do Facebook