Dois dias antes de enfrentar o Real Madrid, Daniel Alves colocou uma foto em sua conta no Instagram com a legenda “está na hora de separar os homens dos meninos”. De fato, o confronto pode dar ao PSG sua “maioridade”, ainda que passar simplesmente às quartas-de-final não seja novidade para o clube francês, eliminar um multi-campeão e atual detentor de dois títulos é um passo que os parisienses ainda não conseguiram dar na Europa.

O Paris Saint Germain foi fundado em 1970 quando o Real Madrid já possuía cinco títulos continentais. E o PSG esteve apenas fazendo figuração no futebol do seu próprio país até que a família real do Qatar investisse cada vez mais dinheiro para que o clube se tornasse grande. A camisa ainda não é pesada no continente, mas os jogadores do clube sim têm experiência.

Daniel Alves, Di Maria e Neymar já ganharam a competição. Thiago Silva e Cavani são atletas experientes com Copas do Mundo e várias edições de Liga dos Campeões disputadas. Os outros jogadores como Areola, Marquinhos, Kurzawa, Verrati e Rabiot estiveram presentes nos confrontos com o Barcelona da temporada passada e alguma coisa devem ter aprendido com a derrota. Até o caçula da equipe, o jovem atacante Mbappé já chegou a uma semifinal da competição.

Em campo o PSG conta com números espetaculares. Já são 126 gols marcados em 38 jogos na temporada. A média é de mais de 3 por partida. Cavani já marcou 28 vezes na temporada e Neymar tem 27 gols. Apenas a dupla já marcou 55 vezes no que levamos de curso até aqui. Além disso a defesa do PSG foi vazada apenas 30 vezes. Menos de um gol por jogo em média, mostrando também um desempenho alto.

neymar
Cavani já marcou 28 vezes na temporada e Neymar tem 27 gols.

O que pode relativizar números absolutos tão bons é a diferença abissal que existe entre o PSG e seus rivais franceses. O clube chega a ter orçamento 25 vezes maior do que vários adversários e a falta de testes efetivos é um ponto que deixa dúvidas sobre a real condição da equipe. Na Liga dos Campeões teve um confronto importante contra o Bayern de Munique na primeira fase. Venceu a primeira partida por 3 a 0 e perdeu a segunda por 3 a 1, alimentando ainda mais a desconfiança.

Por outro lado, o Real Madrid joga uma competição mais forte. A Liga Espanhola é exigente e os comandados de Zidane não vêm conseguindo corresponder. O Madrid está 17 pontos atrás do líder Barcelona e já tropeçou 10 vezes em 22 partidas. Eliminado também na Copa do Rei, onde caiu para o pequeno Leganés, o clube se agarra na Liga dos Campeões, seu torneio favorito, para salvar a temporada.

Na primeira fase o Real não conseguiu vencer o Tottenham. Apenas empatou em casa por 1 a 1 e foi derrotado em Londres por 3 a 1. No entanto, Cristiano Ronaldo marcou nove vezes e foi o primeiro jogador a marcar nas seis partidas da fase de grupos. O português que terminou o primeiro turno do Espanhol com apenas quatro tentos marcou sete vezes nos últimos quatro jogos e vem recuperando a autoestima sua própria e também de seus companheiros.

O Real Madrid terá um desfalque importante para a partida. Dani Carvajal está suspenso e a lateral direita deverá ser ocupada por Nacho, para marcar Neymar. Zidane não deu pistas se irá escalar o trio Bale, Benzema e Cristiano ou se tentará um time mais conservador, como fez no clássico com o Barcelona, com a presença de Kovacic.

ronaldo neymar benzema
Zidane não deu pistas se irá escalar o trio Bale, Benzema e Cristiano ou se tentará um time mais conservador

No PSG, apesar dos bons jogos de Di Maria o meia argentino deverá ficar de fora do onze inicial. As dúvidas de Unai Emery estão entre Yuri e Kurzawa na direita. Lass Diarra deverá ocupar a vaga de Thiago Motta, sem ritmo de jogo, no meio-campo.

Um confronto para separar os homens dos meninos.