Vinicius Junior tem Marcelo do seu lado na sua chegada ao Real

45
Vinicius Junior Flamengo

Não são todos os jogadores brasileiros que podem chegar na Europa e contar com um conterrâneo de enorme moral em seu vestiário. Vinicius Junior pode dizer isso, já que chega ao Real Madrid de Marcelo.

Não é exagero falar que o lateral-esquerdo é uma referência em todos os sentidos no clube, ainda mais depois da saída de Cristiano Ronaldo. Ele e Sergio Ramos são os dois jogadores há mais tempo no Real Madrid e são extremamente vitoriosos com a camisa merengue.

O ex-atacante do Flamengo disse que se vencer metade do que o camisa 12 venceu, estaria bom. E é verdade: até agora são 4 Champions League, três Mundiais de clubes, 4 Ligas e duas Copas do Rei para o lateral-esquerdo revelado pelo Fluminense. Em títulos, ele pode dizer que ganhou mais que Roberto Carlos, outro ídolo do clube e de qualidade muito acima da média.

E essa trajetória de mais de 10 anos é mais impressionante pelo fato que os jogadores brasileiros até brilham em clubes europeus, mas não estão se mantendo tempo suficiente para serem ídolos incontestáveis.

Neymar preferiu o Paris St. Germain a se tornar um eterno nos corações dos Barcelonistas. Philippe Coutinho despertou a ira dos torcedores do Liverpool ao ir para a Espanha e vestir a camisa do Barcelona. E Daniel Alves, que teve uma carreira brilhante no Barcelona, não completou uma saída muito amigável e desde que saiu passou por Juventus e PSG.

Marcelo tem essa posição de idolatria em um patamar que não dá para contestar, mesmo se sair do clube em alguns anos. E isso para Vinicius Junior é vital, porque ele vai ter que batalhar por seu espaço no elenco madridista e contar com um apoio e conselhos de um personagem assim é um ativo que não tem preço.

As possibilidades para Vinicius Junior

Vinicius Junior
Vinicius Junior vai ter que mostrar que chegou no Real Madrid com tudo e é digno de uma vaga no elenco

O Real Madrid causou impressão ao inscrever o atacante no grupo dos juvenis, mas isso não é um indicativo que ele jogará nas categorias inferiores, apenas tratando-se de uma forma de manter os espaços de inscritos com alguma versatilidade. Mas apesar de dizer que ficaria no Real em sua coletiva de apresentação, Vinicius não tem muito controle sobre isso e não é nada raro ver jovens talentos sendo emprestados pela equipe para ganhar experiência e ter minutos para se desenvolver.

Marcos Asensio, hoje um jogador importante do elenco do time blanco, foi cedido ao Mallorca e Espanyol, antes de voltar, aos 20 anos, para a capital, e se consolidar no elenco principal.

Outra possibilidade é jogar no Real Madrid B, conhecido como Real Madrid Castilla, e que disputa a terceira divisão do Campeonato Espanhol. O volante Casemiro jogou pelo time antes de ser figura carimbada no meio-campo do time principal, com Zinedine Zidane de treinador.

O jogador brasileiro com certeza vai ter chance de mostrar seu futebol, com o time espanhol fazendo amistosos de peso na preparação para a temporada. Em um dos treinos, inclusive, o novo treinador da equipe, Julen Lopetegui, colocou Vinicius Junior junto com Gareth Bale e Karim Benzema no ataque. Ou seja, o trio BBC virou trio BBV por um treino.

Mas ainda é muito difícil acreditar que isso irá acontecer nos jogos do Campeonato Espanhol e Champions League, já que o elenco continua poderoso e ainda se fala em novos reforços. Uma ida ao Castilla ou empréstimo para um time organizado podem ser excelentes opções para Vinicius.

Voltando a Marcelo, os mais empolgados vão lembrar que ele não precisou passar por nenhuma etapa longe do elenco principal, assim como o caso mais recente, Raphael Varane. Eles foram contratados e mesmo sendo reservas, foram batalhando por minutos até ganharem seus espaços e muito mais.

Mas aqui estamos falando de dois jogadores de defesa e, especialmente nas laterais, bons jogadores sempre são difíceis de achar. Para o ataque do Real Madrid a concorrência é brutal, o mundo está de olho e reforços sempre são jogados na discussão.

O bom para Vinicius Junior é que tudo vai depender de bola no pé e seu talento inegável. Ele pode não ser suficiente aos 18 anos para ficar no elenco do poderoso Real Madrid, mas dificilmente não será suficiente em poucos anos, com maior conhecimento tático, força física e maturidade em campo.