Liga dos Campeões começa e mostra que futebol é algo mais

48
Neymar
O 'menino' Neymar sabe que a Liga dos Campeões é sua oportunidade para mudar de patamar

Quem acompanha e vibra com o nível de competitividade da edição 2018 do Campeonato Brasileiro verá a partir desta terça-feira, 18 de setembro, que futebol é algo mais. Será dada a largada para a versão de número 64 da Liga dos Campeões da Europa.

Até 1º de junho de 2019, os principais estádios do Velho Continente terão a maior concentração de talento por centímetro quadrado de grama até que seja conhecido o melhor time do planeta. Algo que vai acontecer no estádio Wanda Metropolitano, em Madrid.

Ainda que a Fifa (Federação Internacional de Futebol) tenha sua versão de Campeonato Mundial, não há qualquer dúvida que o ganhador da UCL (Uefa Champions League) é o melhor time do planeta terra. O placar de um jogo alterado não muda essa a situação.

32 times começam a briga pelo título

Separados em oito grupos com quatro times, 32 equipes começam a briga pelo título. Nessa primeira fase, vão jogar em sistema de ida e volta. A etapa vai até o começo de dezembro. Os dois primeiros colocados avançarão para as oitavas de final, que só serão abertas na segunda metade da temporada, em fevereiro. A partir de então, duelos de mata-mata definirão os dois sobreviventes para a decisão, que é feita em jogo único.

Gabriel Jesus
O Manchester City, do brasileiro Gabriel Jesus, que só estreia na quarta-feira, começa como favorito ao título

Quem terminar na terceira colocação ainda tem chance de ficar com o título, mas da ‘segunda divisão’ continental, a Liga Europa. Sem exagerar, pelo menos 12 equipes podem ser consideradas – em maior ou menor grau – candidatas ao título.

O primeiro pelotão é formado por Manchester City, que é considerado o maior favorito, com cotação de 5,50 para cada real apostado na plataforma de apostas de Betfair, seguido por Barcelona (7,20), Juventus (8,00), Paris Saint-Germain (8,6), Bayern de Munique (9,4), Real Madrid (9,4), Liverpool (11) e Atlético de Madrid (13,5).

Grupo A tem Atlético de Madrid em fase ‘novo rico’

Duas vezes finalista, mas sem ter sucesso na decisão, o Atlético de Madrid é o maior candidato ao topo do Grupo A da Liga dos Campeões, que tem ainda Monaco, Clube Brugge e Borussia Dortmund. O clube mudou sua filosofia de investimento, que evitava gastos maiores. Pela primeira vez em muitos anos gastou mais na contratação de reforços que seu maior rival, o poderoso Real Madrid, atual tricampeão da Uefa Champions League. A principal requisição, no entanto, ainda não mostrou ao que veio. Trata-se do francês Thomas Lemar, ex-Monaco.

Os monegascos promoveram a maior liquidação de verão de todos os tempos. Venderam mais de dez jogadores e tornaram-se o time de maior arrecadação na última janela de transferência. A conta chegou para o treinador português André Jardim, que tem tido dificuldades para remontar a equipe.

O Borussia Dortmund também passa por mudanças drásticas. Mas não de nome. A alteração é tática. O técnico suíço Lucien Favre tenta dar maior solidez tática ao time. O Brugge, a princípio, é um mero figurante nesse bloco. Mas sua campanha arrasadora no início do Campeonato Belga leva a crer que o time pode ambicionar a terceira posição é a vaga na Europa League. As partidas do grupo na primeira rodada são: Brugge x Dortmund e Monaco x Atlético de Madrid, marcadas para 16h desta terça.

Grupo B tem Barcelona como franco favorito

O Barcelona reina como candidato ao primeiro posto. Vai abrir sua participação nesta terça contra o PSV, a partir das 13h55, em Camp Nou. No mesmo horário, a Internazionale recebe, em Milão, o Tottenham. Ou seja, o segundo e o terceiro lugares estão em aberto e o cenário é de grande equilíbrio.

Lionel Messi
Com 100 gols marcados, Lionel Messi, do Barcelona, é o segundo maior artilheiro da Liga dos Campeões

O horário de 13h55 é uma inovação da Uefa, que tenta atingir ganhar ainda maior audiência. No Brasil, os direitos de transmissão da competição são dos canais pagos TNT e Turner, que os herdaram do falido EI (Esportes Interativo).

Grupo C tem jogo mais aguardado da primeira rodada

É do grupo C a partida mais esperada da jornada de abertura da Liga dos Campeões 2018/2019. A partir das 16h desta terça-feira, em Anfield Roda, Liverpool e Paris Saint-Germain, que apresentam campanha de 100% em suas ligas nacionais, vão se enfrentar. No mesmo horário, o Estrela Vermelha, da Sérvia, que não perde desde fevereiro, recebe o Napoli, em Sarajevo

Mohamed Salah
Uma contusão tirou Salah da decisão da edição 2017/2018 da Liga dos Campeões e o Liverpool ficou com o vice-campeonato

O grupo D é daqueles que apresenta o mais absoluto equilíbrio. Qualquer um dos times pode terminar na primeira ou na última posição. Os duelos desta terça, com pontapé inicial marcado para 16h são Schalke x Porto e Galatasaray x Lokomotiv Moscou.

Estreia do campeão fica para quarta-feira

O Real Madrid, maior campeão da Uefa Champions League com 13 conquistas, sendo três delas nas edições mais recentes, só vai entrar em campo na quarta-feira, 19 de setembro. Está no grupo G. Vai pegar, a partir das 16h, a Roma, que surpreendeu na temporada anterior ao chegar às semifinais eliminado o gigante Barcelona, no estádio Santiago Bernabéu. Também estão na chave Plzen e CSKA, que vão se enfrentar na República Checa

Karim Benzema
Sem Cristiano Ronaldo, o Real Madrid terá que contar com os gols de Karim Benzema

A torcida do Real certamente perceberá a ausência daquele que foi o maior astro do time nos últimos anos. Depois de conduzir o time nos últimos anos, Cristiano Ronaldo, maior artilheiro da Liga dos Campeões com 121 tentos assinalados, vai vestir a camisa da Juventus, que está no grupo H. Vai estrear, na Espanha, também às 16h, contra o Valencia. O outro jogo da chave, no mesmo horário, envolve Young Boys, da Suíça, diante do Manchester United.

Favorito, City tem ‘passeio no parque’ previsto na primeira fase

Considerado maior favorito nas casas de apostas, o Manchester City, do espanhol Pep Guardiola, está na chave F, considerada a mais tranquila do estágio inicial. Assim, a expectativa é de que o time inglês chegue aos 18 pontos sem maiores dificuldades. Seu primeiro rival será o Lyon nesta quarta-feira, às 16h, em Manchester. O outro duelo conta com Shakhtar e Hoffenheim, na Ucrânia, ficou com o novo horário de 13h55.

Para o mesmo horário foi marcado o confronto entre Ajax e AEK, que faz parte da programação da jornada inicial do grupo E, que ainda contra com Bayern de Munique e Benfica. Esses dois últimos terão seus caminhos cruzados a partir das 16h no estádio da Luz, em Lisboa.

Alguns números da Liga dos Campões da Europa

  • 79 equipes começaram a disputa da edição 2018/2019 da Uefa Champions League. 47 delas já ficaram pelo caminho nas eliminatórias, que tiveram 211 gols marcados em 91 partidas – média de 2,32 tentos / jogo.
  • Das 55 federações vinculadas à Uefa, 54 participam do torneio. Só Liechtenstein, que não organiza campeonato local, não tem direito a participar da luta por vagas.
  • Cada equipe fatura 12,7 milhões de Euros por sua participação na fase de grupos. Isso se perder os seis jogos. Cada vitória rende 1,5 milhão a mais. Empate coloca 500 mil euros nos cofres. A classificação para as oitavas de final rende 6 milhões. O prêmio máximo a ser obtido, com vitórias do começo ao fim, é de 57,2 milhões de euros (cerca de R$ 275 milhões).
  • Além do Real Madrid, Bayern de Munique (cinco títulos), Barcelona (cinco), Liverpool (cinco), Ajax (quatro), Manchester United (três), Internazionale (três), Juventus (dois), Benfica (dois), Porto (dois), Borussia Dortmund (um) e Estrela Vermelha (um), que estão na briga na edição 2018/2019 da Uefa Champions League, já foram campeões do torneio.
  • A Espanha (18) é o país com mais vitórias na UCL, seguida por Itália (12), Inglaterra (12), Alemanha (7), Holanda (6), Portugal (4), França (1), Sérvia (1), Romênia (1) e Escócia (1).
  • Dos dez maiores artilheiros da história da Liga dos Campeões da Europa, três estarão em campo na edição atual do torneio: Cristiano Ronaldo (121), Lionel Messi (100) e Karim Benzema (56).
Comentários do Facebook