Rússia segue sobrando; Espanha e Portugal precisam vencer

21
cheryshev-russia

Esta terça-feira foi o último dia de estreias, com o Grupo H tendo suas duas partidas finais e depois começando a segunda rodada do Grupo A. Vamos passar por esses jogos rapidamente lá embaixo, mas antes quero começar a falar da continuação da competição.

A Rússia tá sobrando

A Rússia pode tranquilamente ter o melhor ataque da fase de grupos da Copa do Mundo. Depois de fazer 5 gols na Arábia Saudita, os donos da casa não tiveram dó do Egito na volta do intervalo e fizeram três gols em pouco mais de 15 minutos, decidindo a partida.

Mohamed Salah ainda fez um gol de pênalti, que ele próprio sofreu, no fim. A campanha da seleção africana infelizmente não deve durar muito mais, já que a equipe está zerada em pontos e o Uruguai deve ganhar dos fracos sauditas nesta terça-feira, às 12h.

Rússia e Uruguai assim devem disputar a primeira posição em um duelo imperdível na próxima segunda-feira, na cidade de Samara. E os russos, que chegaram na Copa do Mundo sem confiar em seus jogadores, agora tem na equipe liderada tecnicamente por Denis Cheryshev (Villareal) uma esperança de chegar longe.

Longe, claro, para os padrões do país, que nunca tinha passado da fase de grupos desde o desmonte da União Soviética.

Espanha e Portugal precisam vencer

Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo jogou muito contra a Espanha. Marrocos e Irã que se cuidem

Calma, já explico a razão para dizer isso. As duas seleções ibéricas protagonizaram o melhor jogo até agora, com uma virada, uma atuação incrível de Cristiano Ronaldo, um frangaço de David De Gea e muito mais.

Passado isso, o grupo agora deve se encaminhar para a normalidade, que é os dois passarem. Mas um tropecinho de um deles pode deixar o negócio feio. O Irã tem três pontos após vencer o Marrocos no jogo de estreia e caso consiga se segurar contra a Espanha ou até vencer, pode ser uma Costa Rica 2.0.

Claro que isso não é provável. É evidente que a Espanha é uma seleção muito melhor e que teve um bom sinal no jogo de estreia: suas maiores dúvidas eram a fase mais ou menos de Diego Costa e como o time reagiria após a polêmica com seu treinador que virou ex-treinador.

As respostas foram dois gols e muito bem obrigado, só não vencendo Portugal e Cristiano Ronaldo por causa de um frango do excelente De Gea e uma falta idiota de Gerard Piqué que o melhor do mundo não perdoou com uma cobrança estupenda.

Então Portugal tem que sentir mais medo de poder sobrar? Quem tem Cristiano Ronaldo não tem medo. E tenho dito.

Restinho de 1ª rodada

A Colômbia começou a Copa como favorita de um Grupo meio desinteressante. E com três minutos tudo ficou interessante. O Japão saiu na cara do gol e Carlos Sánchez evitou um gol certo com a mão. Burrice, já que ele foi expulso e no pênalti Kagawa fez o gol.

O time ainda se recuperou com uma cobrança à la Ronaldinho de Quintero, por debaixo da barreira. Mas Osako evitou um empate amargo com um a mais o jogo inteiro, dando a vitória aos japoneses.

Já na partida entre Senegal e Polônia, uma seleção africana finalmente pode comemorar uma vitória na Copa de 2018. E com um lance estranho: Krychowiak recuou mal, mas Niang se aproveitou de um erro do árbitro ao permitir sua entrada pouco antes disso, driblou o goleiro e empurrou. A Polônia ainda diminuiu, mas saiu com a derrota em um jogo apagado de Robert Lewandowski.