A queda de José Mourinho: quem pode assumir o Manchester United?

27
A partir desta terça (18), José Mourinho não é mais técnico do Manchester United

O novo técnico do United é o Sr. Wal…

Brincadeiras à parte, o que todo mundo esperava, especialmente o torcedor Red Devil, finalmente aconteceu: José Mourinho não é mais o técnico do Manchester United. Assim como nos seus últimos dois empregos, nos quais o português dirigiu Real Madrid e Chelsea, o ciclo foi de menos de três temporadas.

Alguém mais ingênuo poderia dizer que a derrota para o Liverpool fora de casa na última rodada do campeonato inglês foi o motivo principal para a queda do Special One, mas o buraco é bem mais embaixo. O time de Manchester está fazendo sua pior campanha desde o início da era moderna da Premier League em 1992 (com direito à quinta pior defesa do campeonato nesta edição), foi humilhado por rivais e tem sérios problemas no vestiário – e no banco, e no campo, e na sala de imprensa…

É verdade que conquistas como Copa da Liga Inglesa, Liga Europa e Supercopa da Inglaterra não podem ser menosprezadas, mas um time milionário e gigantesco como o Manchester United esperava mais quando contratou um dos técnicos mais badalados do mundo. No lugar disso, o Mourinho dos últimos tempos virou sinônimo de elenco rachado, contratações milionárias que não vingaram (vide Pogba, Alexis Sánchez, Ibrahimović) e fracasso.

Além dos momentos desagradáveis de arrogância, soberba e puro chilique, os números que Mourinho deixa para trás com o Manchester United nesta temporada são 10 vitórias, 7 empates e 7 derrotas, além dos 38 gols feitos e 35 tomados. Um legado abaixo do nome do técnico e da história do United, o qual vive uma temporada que mal chegou à metade e que o torcedor já prefere esquecer.

A pergunta que não quer calar: quem será o novo técnico?

Nada como a demissão de um técnico importante em um time grande para assanhar a imaginação do torcedor. O United mesmo já viveu isso pelo menos três vezes desde 2013, quando Sir Alex Ferguson deu lugar a David Moyes, que deu lugar a Louis Van Gaal, que deu lugar a Mourinho.

O interino que deve assumir o Manchester United até o fim da temporada (conforme anunciado hoje pelo clube) é Michael Carrick, que pode até acabar efetivado no cargo no fim do período, mas o mais provável é que os Diabos Vermelhos anunciem um nome de peso para 2019-20. A seguir vamos analisar quem pode pegar o emprego de técnico dos Red Devils.

Em três anos, Zidane acumulou tantos títulos importantes que pode fazer inveja ao próprio Mourinho

Zinédine Zidane: O ex-técnico do Real Madrid é o sonho dos torcedores do United, assim como muito provavelmente do próprio time. Zizou deixou o Real no fim da temporada passada depois de ter sido simplesmente tricampeão da Liga dos Campeões, bicampeão mundial e ainda ter faturado um Espanhol “de brinde”, entre outros títulos menores. Não há ninguém que queira mais o francês do que os Diabos Vermelhos.

Antonio Conte: O italiano está desempregado desde que foi demitido do Chelsea no início desta temporada, mas certamente tem um currículo respeitável, incluindo o título da Premier League de 2016-17 com os londrinos. Antes dos Blues, Conte treinou a Juventus, com quem foi tricampeão italiano, além de ter assumido também a seleção da Itália. Talvez repetir a fórmula “treinador de sucesso recém demitido do Chelsea” não seja o ideal para o United, mas nem por isso o nome de Conte pode ser descartado.

Guus Hiddink: Pra variar, mais um ex-Chelsea pode estar na lista do Manchester United. O holandês de 72 anos com certeza não é o favorito da torcida Red Devil, mas tem a seu favor, além da vasta experiência, o mérito de pegar times desacreditados e extrair o máximo do elenco – foi assim que ele chegou ao surpreendente quarto lugar da Copa do Mundo de 2002 com a seleção-anfitriã da Coreia do Sul.

Mauricio Pochettino: Talvez o nome mais improvável da lista, o atual técnico do Tottenham teria que receber uma proposta excelente – leia-se caminhões de dinheiro – para deixar o time com o qual trabalha desde 2014 e conseguiu levar até a terceira posição no momento para ir para um rival e que está abaixo de si na tabela. O argentino é jovem, está em ascensão e por isso seria um sonho do torcedor Red Devil se tornando realidade, mas os Spurs certamente não vão facilitar o negócio.

O Tottenham está em terceiro na Premier League e dificilmente deixaria o técnico Pochettino ir para o rival Manchester United fácil

Ryan Giggs: Ídolo do United e figura carimbada da geração Ferguson Babies, o galês que atua como técnico da sua seleção nacional seria uma contratação de segurança do United. Líder natural e experiente, Giggs pode ser o nome perfeito para unir um elenco rachado, dar moral a jogadores desmotivados e levar o Manchester United de volta aos tempos de glória que ele mesmo vivenciou dentro de campo.

Comentários do Facebook